ASSINE

Morte de negros no ES é quase cinco vezes maior do que a de brancos

As pessoas pretas e pardas são vítimas mais frequentes de homicídios no Estado, segundo o Atlas da Violência

Publicado em 16/11/2019 às 05h01
Luiz Carlos defende a criação de um plano estadual de equidade racial. Crédito: Vitor Jubini
Luiz Carlos defende a criação de um plano estadual de equidade racial. Crédito: Vitor Jubini

Na dia a dia, no ambiente de trabalho e nas ruas, o povo negro capixaba segue sendo alvo. Segundo o Atlas da Violência, divulgado em junho, entre os negros a taxa de homicídios era de 50,2 mortes por 100 mil habitantes, em 2017, indicador quase cinco vezes maior em relação ao grupo de pessoas não negras, cuja taxa foi de 11,7 homicídios naquele ano.

Entre mulheres, o fator racial também é nítido. Em dados gerais, a taxa de assassinatos de pessoas do sexo feminino é de 7,5 por 100 mil habitantes. No entanto, entre as negras, chega a 9,5, enquanto entre as não negras não passa de 3,1.

Doutora em Psicologia e representante do Movimento Negro Unificado, Luizane Guedes trabalha com vítimas da violência na Grande Vitória. Segundo ela, 80% das pessoas que sofrem algum tipo de violação são negras. Ela citou, como exemplo, as crianças assassinadas recentemente no Rio de Janeiro por balas perdidas.

Luizane Guedes

Doutora em Psicologia

"Quantas daquelas crianças eram brancas? Nenhuma! A gente tem um corpo negro que pode ser violado. É como se a violação dele fosse autorizada. O corpo que é mais pobre, um corpo que é preto, que de alguma forma está na linha de tiro. Como se a dor da morte negra não fosse uma dor sentida"

O coordenador do Centro de Estudos de Cultura Negra (Cecun), Luiz Carlos Oliveira, defende a implantação de políticas públicas arrojadas para combater a violência.

Luiz Carlos Oliveira

Coordenador do Cecun

"Vamos propor ao governo a criação de um plano estadual para equidade racial e combate ao racismo. A ideia é que seja criado um fundo econômico para garantir que as ações sejam implementadas de fato. O ideal é que isso seja um projeto de Estado"

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais
dhpp (delegacia de homicídios e proteção à pessoa) feminicídio ibge (instituto brasileiro de geografia e estatística) racismo violência contra a mulher Consciência Negra dia da Consciência Negra

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.