ASSINE

Marcos Losekann: "Trocaria as guerras que eu cobri pelo título de correspondente da paz"

Com cinco coberturas de conflitos na bagagem, o repórter da Globo, o primeiro correspondente da TV brasileira no Oriente Médio, já foi sequestrado por extremistas e viu a morte muito de perto

Publicado em 08/02/2015 às 12h47
Atualizado em 28/02/2020 às 21h34

Para ler essa matéria, junte-se a nós!

Conteúdo exclusivo para assinantes

R$ 1,99

* nos 6 primeiros meses. Depois pague R$ 19,90

Você pode cancelar quando quiser

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.