ASSINE

Mãe revela conversa entre o filho e professor acusado de assédio na Serra

Mensagens eram trocadas desde março. A mãe acredita que professor tentou se aproveitar do adolescente por ele ter retardo mental

Publicado em 02/07/2019 às 21h08
Conversa entre professor da escola Clóvis Borges Miguel e adolescente de 15 anos. Crédito: Divulgação
Conversa entre professor da escola Clóvis Borges Miguel e adolescente de 15 anos. Crédito: Divulgação

As mensagens trocadas entre o adolescente de 15 anos e um terceiro professor denunciado por assédio sexual na Escola Clóvis Borges Miguel, na Serra, foram descobertas pela mãe do aluno no fim de abril e encaminhadas à direção da escola. Nas conversas, o professor chama o aluno de lindo e chega a dizer que iria dar um abraço nele "por trás, porque ele gostava".

De acordo com a mãe do adolescente, os diálogos começaram em março. Em algumas conversas, os conteúdos se restringiam à escola, porém passaram a ter um cunho sexual. As mensagens foram descobertas pela mãe no fim de abril, quando ela entrou no perfil do filho para monitorar as redes sociais, algo que fazia com certa frequência. 

"Achei o conteúdo ilícito. Depois eu percebi que era com o professor. Perguntei ao meu filho e ele confirmou. De imediato eu tirei print da conversa toda. Pedi orientações, imprimi as conversas e levei para a diretora da escola", contou. 

Segundo a mãe, a diretora disse que tomaria as medidas necessárias e sugeriu que o aluno fosse trocado de turno, o que foi recusado pela mãe. Na última semana, ao ver a reportagem do Gazeta Online sobre as denúncias de assédio na escola, ela procurou a diretora para saber sobre o caso do filho. A diretora, porém, disse que a denúncia na imprensa se referia a um outro professor, mas que entraria em contato com a mãe, o que foi feito na última segunda-feira (01).

O professor, que continuava dando aulas na escola mesmo depois de ser denunciado pela mãe do adolescente, foi afastado nesta terça-feira (2) pela Secretaria de Educação. O aluno, que não está frequentando as aulas, deve ser transferido para uma outra escola a pedido da mãe. 

A Gazeta integra o

Saiba mais
assedio assedio sexual clovis borges miguel escola estadual clóvis borges miguel serra serra

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.