ASSINE

Corpo é encontrado pegando fogo próximo à Leitão da Silva, em Vitória

Segundo a Polícia Militar, ainda não dá para saber qual o sexo da pessoa carbonizada, mas policiais acreditam ser um homem

Publicado em 03/10/2018 às 07h10
Corpo carbonizado foi encontrado em meio ao lixo e entulho em calçada próxima à Avenida Leitão da Silva. Crédito: Fernando Estevão/ TV Gazeta
Corpo carbonizado foi encontrado em meio ao lixo e entulho em calçada próxima à Avenida Leitão da Silva. Crédito: Fernando Estevão/ TV Gazeta

O corpo de um homem foi encontrado carbonizado na manhã desta quarta-feira (03) no bairro Itararé, em Vitória, na Avenida Robert Kennedy, já no acesso à Avenida Leitão da Silva.  

Durante a madrugada, um vigilante de um almoxarifado do Governo do Estado, que fica bem ao lado da rua, relatou ter ouvido muitos tiros na região do Bairro da Penha por volta das 6 horas, mas que não ouviu gritos na avenida onde o corpo foi encontrado.

O vigilante viu muita fumaça e fogo perto do local onde trabalha e resolveu checar o que estava acontecendo, quando avistou o corpo em chamas pelo muro e chamou a polícia. No local onde a pessoa foi deixada pegando fogo há muitos entulhos e lixo acumulado.

MÃOS AMARRADAS

Corpo carbonizado foi encontrado em meio ao lixo e entulho em calçada próxima à Avenida Leitão da Silva. Crédito: Fernando Estevão/ TV Gazeta
Corpo carbonizado foi encontrado em meio ao lixo e entulho em calçada próxima à Avenida Leitão da Silva. Crédito: Fernando Estevão/ TV Gazeta

A perícia chegou ao local e verificou que o corpo era de um homem. Antes de morrer, a pessoa teve as mãos amarradas e estava com um cobertor enrolado ao corpo, o que preservou parte do rosto. 

A Polícia Civil acredita que o homem tenha sido morto ou ao menos espancado antes de ser carbonizado. Mais detalhes - como a causa da morte - só serão desvendados por meio da perícia mais detalhada do Departamento Médico Legal (DML), para onde o corpo foi encaminhado. 

Com informações de Daniela Carla e Mayra Bandeira

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.