Bombeiro morre durante resgate de cachorro em Alfredo Chaves

O subtenente do Corpo de Bombeiros, identificado como Cordeiro, fazia um rapel para tentar salvar o animal quando sofreu um acidente; ele chegou a ser resgatado pelo helicóptero da NOTAer

Publicado em 19/08/2019 às 12h56
Atualizado em 25/08/2019 às 00h22
Helicópteto do NOTAer chegou a fazer o resgate do bombeiro, mas ele não resistiu aos ferimentos. Crédito: Reprodução
Helicópteto do NOTAer chegou a fazer o resgate do bombeiro, mas ele não resistiu aos ferimentos. Crédito: Reprodução

Um ato heroico que terminou em tragédia. O subtenente Marco Antônio Cordeiro do 5º Batalhão do Corpo de Bombeiros de Guarapari morreu na tarde desta segunda-feira (19) ao participar de uma tentativa de resgate de um cachorro, em um morro de Sagrada Família, em Alfredo Chaves, na Região Serrana do Espírito Santo.

Cordeiro fazia um rapel para tentar salvar o animal desde o início desta manhã, às 9 horas. Ele era especializado em resgates em altura e, na hora que foi tirar o cachorro do penhasco — que estava preso no local há três dias — sofreu um acidente.

O subtenente Marco Antonio Cordeiro, do 5º Batalhão (Guarapari) sofreu um acidente ao tentar resgatar o cachorro de um penhasco em Alfredo Chaves. Crédito: Reprodução | Internet
O subtenente Marco Antonio Cordeiro, do 5º Batalhão (Guarapari) sofreu um acidente ao tentar resgatar o cachorro de um penhasco em Alfredo Chaves. Crédito: Reprodução | Internet

Um helicóptero do Núcleo de Operações e Transportes Aéreo (NOTAer) chegou a resgatar o subtenente. "O helicóptero foi acionado e a equipe precisou fazer o resgate do bombeiro acidentado, que estava pendurado pela corda, também utilizando a técnica de rapel. O militar não sobreviveu aos ferimentos e acabou falecendo", disse a corporação em nota.

VEJA VÍDEO


PRF-ES LAMENTA

Às 20h30 desta segunda-feira (19), a Polícia Rodoviária Federal do Espírito Santo (PRF-ES) publicou uma nota no Twitter lamentando pelo falecimento do subtenente. "Nosso reconhecimento aos guerreiros que tem como missão salvar vidas todos os dias", diz o tweet.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.