ASSINE

Reveja: “Crises e oportunidades no mercado de trabalho pós-pandemia” foi tema do 1° encontro do Talk Show CBN

Evento foi transmitido na rádio CBN Vitória e na página de eventos de A Gazeta, nesta quarta-feira (07), às 15h

Publicado em 06/10/2020 às 11h53
Atualizado em 08/10/2020 às 09h30

A pandemia da Covid-19 causou diversos impactos no setor produtivo do país e transformações nas relações e dinâmicas trabalhistas. Diante deste cenário, o primeiro encontro do Talk Show CBN 2020 abordou as “Crises e oportunidades no mercado de trabalho pós-pandemia”. O evento foi realizado nesta quarta-feira, às 15h, com transmissão da rádio CBN Vitória "(92,5) e do site A Gazeta (agazeta.com.br/eventos).

“Empresas tradicionais colocaram milhares de empregados em home office em apenas um dia, legislações se alteraram para permitir suspensão de contrato ou reduzir jornada. Discutir abertamente essas mudanças, se vieram para ficar ou não, é falar sobre qual o horizonte vamos enfrentar quando a pandemia passar. E acima de tudo, como se adaptar e ter oportunidades nesse contexto, que é também internacional.”, avaliou o âncora do programa CBN Cotidiano, Fabio Botacin, que mediará a live.

Convidados do primeiro encontro do Talk Show CBN deste ano: Cássio Moro e Alberto Nemer, comentaristas do quadro Retrabalho, do programa CBN Cotidiano, e Pedro Nery, colunista do Estadão
Convidados do primeiro encontro do Talk Show CBN deste ano: Cássio Moro e Alberto Nemer, comentaristas do quadro Retrabalho, do programa CBN Cotidiano, e Pedro Nery, colunista do Estadão. Crédito: Fotos 1 e 2 (Fernando Madeira)/Foto 3 (divulgação)

O encontro contou ainda com o colunista do Estadão, professor de Economia do IDP e consultor do Congresso, Pedro Fernando Nery, e os comentaristas do quadro Retrabalho do CBN Cotidiano, Alberto Nemer e Cássio Moro.

“O primeiro grande problema que surgiu [com a pandemia] foi no próprio modelo de negócios. Muitos fecharam as portas, sem saber o que fazer com todos os meios de produção, trabalhadores, insumos. A questão foi como readequar isso tudo”, conta Cássio Moro.

De acordo com Alberto Nemer, diversas medidas provisórias foram editadas para ajudar as empresas a manterem os empregos e a evitarem as demissões, como suspensão do contrato de trabalho, redução da jornada e do salário, antecipação de férias, teletrabalho e antecipação de feriado. “Então, o Direito do Trabalho foi o grande responsável para ajudar a equalizar esse momento tenso que a pandemia proporcionou a toda a sociedade brasileira.”, conta.

Nova relação entre trabalhador e empregador

Um dos benefícios, segundo Cássio, foi na relação entre trabalhadores e empregadores, que passaram a negociar individualmente sem passar por sindicato. Tudo isso diante de uma “bagunça legislativa”. Para o comentarista, o mercado deve mudar drasticamente para uma posição menos agressiva e mais responsável.

Para o colunista do Estadão, Pedro Nery, daqui para frente o principal desafio será encontrar formas de incluir as pessoas que estão recebendo o auxílio emergencial no mercado de trabalho. “Principalmente os jovens, que são os principais afetados pelo desemprego e pela pobreza. Empregar no Brasil ainda custa muito e precisamos de uma solução.”

A live também contou com um debate entre os participantes e com a participação do público, com perguntas sobre FGTS, o trabalho terceirizado no home office, o futuro do teletrabalho e como o estado pode fomentar as pequenas empresas, entre outros assuntos. Confira no vídeo acima. 

2º encontro do Talk Show CBN 2020: vacinas contra a Covid-19

A segunda live do Talk Show CBN deste ano tratará sobre “Vacinas: o que esperar da corrida pela imunização” e terá a presença do médico e Secretário de Estado da Saúde do Espírito Santo, Nésio Fernandes; da enfermeira e pós-doutora em epidemiologia Ethel Maciel; e do médico e MBA em Gestão de Saúde Luis Fernando Correia. A live irá ao às 9h30,  também com transmissão pela rádio CBN Vitória e por A Gazeta.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.