ASSINE

IPVA pode ficar até 27% mais caro no ES; entenda como o cálculo é feito

A Gazeta fez um levantamento com o valor do imposto para os dez carros mais vendidos do país e também explica qual conta você deve fazer para saber quanto vai pagar

Tempo de leitura: 2min
Vitória
Publicado em 03/12/2021 às 08h31

Com a chegada do final do ano é hora de começar a pensar nas contas já referentes ao calendário 2022. Na semana passada o Governo do Estado divulgou por meio da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) as datas de pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). Entretanto, um item importante nesse cálculo, a tabela de referências de preços dos veículos, levando em consideração marca, modelo e ano, será publicada até o final do ano, de acordo com o gerente da Sefaz Leando Kuster.

Considerando que a alíquota cobrada pela Sefaz é de 2% para automóveis, a reportagem de A Gazeta fez um levantamento sobre os 10 carros mais vendidos do país de acordo com a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), considerando o valor praticado na tabela da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), de novembro, o que mostrou que a diferença entre o IPVA a ser pago 2022 e o imposto pago em 2021 pode variar de 14% a 27%.

A dica é calcular previamente o valor do seu IPVA. Para tanto, basta multiplicar o valor de mercado do veículo pela alíquota do Estado em que ele foi emplacado. Se foi no Espírito Santo, por exemplo, se na tabela Fipe seu carro vale R$ 36.000, basta multiplicar 36.000 x 2% = 720. Este último é o valor do IPVA, ou seja, R$ 720.

COMO SE DEU ESSE AUMENTO?

Esse aumento ocorre devido à falta de semicondutores ocasionada pelas constantes paralisações nas fábricas pelo mundo, que por causa da pandemia, afetou a produção de veículos. Assim, a lei da oferta e da procura colocou o preço dos veículos 0-km nas alturas, o que criou um efeito cascata, com consumidores procurando o mercado de usados e seminovos, que também viram os preços subirem.

Segundo o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da Fipe, o valor médio dos veículos no país aumentou 24,9% nos últimos 12 meses. Os carros zero tiveram aumento de 20,72% no mesmo período, enquanto os veículos usados ficaram, em média, 30,25% mais caros.

Trânsito apresenta lentidão na Avenida Rio Branco, em Vitória
Movimentação de carros na Avenida Rio Branco, em Vitória. Crédito: Fernando Madeira

PAGAMENTO DO IPVA

O IPVA pode ser pago de duas maneiras diferentes. Em cota única, com desconto de 5% ou dividido em parcelas. Os proprietários de veículos leves vão poder parcelar o IPVA em quatro vezes: abril, maio, junho e julho. Já os proprietários de veículos pesados vão poder dividir o imposto em duas parcelas: março e abril.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais
Núcleo ag carros

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.