ASSINE

Governo do ES assina contrato de PPP de saneamento em Cariacica

O investimento da nova PPP vai dobrar a cobertura do serviço que hoje atende cerca de 48% da população do município, e a universalização será alcançada em 2030, com o índice de 95% de cobertura.

Publicado em 29/12/2020 às 15h06
Atualizado em 29/12/2020 às 15h06
Govrnador Renato Casagrande assinou contrato de PPP em Cariacica
Govrnador Renato Casagrande assinou contrato de PPP em Cariacica. Crédito: Hélio Filho/Divulgação/ Governo do ES

O governo do Espírito Santo assinou na manhã desta terça-feira (29) o contrato de parceria público-privada (PPP) com a empresa Aegea Saneamento para universalização do serviço de esgotamento sanitário de Cariacica. A previsão é de que sejam investidos R$ 800 milhões ao longo dos 30 anos de contrato, que abrange também parte do tratamento de esgoto de Viana.


Além de realizar a manutenção no sistema existente, o contrato prevê a construção de 556 quilômetros de novas redes coletoras, 42 mil novas ligações de esgoto, 73 novas estações elevatórias de esgoto, 39 quilômetros de linhas de recalque, desativação de quatro Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs) e ampliação de três ETEs (Bandeirantes, Flexal e Pedreiras), promovendo uma capacidade de tratamento de esgoto de 950 litros por segundo. As intervenções vão beneficiar cerca de 402 mil pessoas nos municípios de Cariacica e Viana.

Em sua fala, o governador, Renato Casagrande,  falou sobre este e outros investimentos do Governo do Estado no município. “Estamos anunciando hoje um recurso para operação no valor de R$ 829 milhões e logo no início de 2021 vamos dar uma ordem de serviço no valor de R$ 140 milhões. É praticamente um bilhão de reais em investimentos em Cariacica. Todos sabemos a importância de investir em saneamento: é mais qualidade de vida, saúde, respeito ao meio ambiente e melhoria na infraestrutura de toda a cidade”, afirmou.

A PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA

A Aegea é uma das maiores empresas privadas de saneamento do País e atua no gerenciamento de ativos de saneamento por meio de concessões comuns, plenas ou parciais, subconcessões e parcerias público privadas (PPPs).

“A assinatura do contrato para a PPP de Cariacica consolida um planejamento de investimentos importantes para a região metropolitana do Espírito Santo. Graças a parcerias e concessões, as principais cidades do Estado ostentam altos índices de acesso a saneamento básico. Isso é um salto extraordinário para a qualidade de vida dos capixabas”, ressaltou o diretor presidente da Cesan, Cael Linhalis.

A Aegea foi criada em 2010 e atende atualmente a 8,9 milhões de pessoas em 57 cidades, de norte a sul do Brasil. No Espírito Santo, ela já atua há cinco anos na Serra, município que atingiu 90% de cobertura, e iniciou há três anos as atividades em Vila Velha.

“Já conquistamos resultados excelentes nos dois municípios no que diz respeito à qualidade de vida dos moradores e ao cuidado com os recursos naturais e hídricos. Além de gerar emprego e renda, o investimento em saneamento básico traz outros ganhos, movimentando áreas da indústria, comércio e setor de serviços em todo o ciclo”, reforçou Cael.

O investimento da nova PPP vai dobrar a cobertura do serviço que hoje atende cerca de 48% da população do município, e a universalização será alcançada em 2030, com o índice de 95% de cobertura. “Nossa atuação em Cariacica já começa com impactos bastante positivos, com geração de emprego e renda durante as obras. Temos também um grande desafio que é contar com a conscientização dos moradores sobre a necessidade da interligação dos imóveis à rede e sobre o uso correto do sistema para evitar entupimentos e outros danos”, explicou Justino Brunelli, diretor-presidente das unidades no Estado.

Em uma das últimas agendas oficiais de 2020, Casagrande aproveitou a ocasião para falar sobre o ano, que foi marcado pelo enfrentamento à pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) sem abrir mão de realizar investimentos para os capixabas:

“É muito bom poder encerrar um ano difícil, como esse, apresentando os resultados no governo que temos. Eu e Jaqueline [Moraes, vice-governadora], agradecemos muito a Assembleia Legislativa, a bancada federal, os prefeitos, vereadores e a sociedade capixaba. Porque foi um ano muito difícil também para quem governa. Tivemos que escolher entre decisões ruins e outras menos ruins. Não tiveram decisões fáceis. Fico triste ao ver tantas pessoas perdendo a vida, tantas famílias enlutadas e também por ver que parte da sociedade não se sensibiliza com isso e age como se nada estivesse acontecendo”, pontuou.

Cariacica Renato Casagrande Saneamento Básico

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.