ASSINE

Secretário de Saúde atualiza situação da pandemia da Covid-19 no ES

Nésio Fernandes concedeu entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira (28); veja a transmissão e os principais pontos abordados

Publicado em 28/06/2021 às 14h20
Atualizado em 28/06/2021 às 15h32

15:30

Término da transmissão

Depois de pouco mais de 1 hora de transmissão, o secretário Nésio Fernandes encerrou a entrevista coletiva desta segunda-feira (28).


15:29

Secretário: "vacina boa é vacina no braço"

"Temos ainda uma situação de pandemia e qualquer sintoma respiratório precisa ser vinculado à infecção. Nós precisamos entender que a pandemia ainda está em franca atividade no Brasil e que precisamos romper a cadeia de transmissão de casos. Quando chegar a sua vez de vacinar, não escolha a vacina. Todas são eficazes e seguras. Não há razões científicas para que haja uma preferência da vacina. Vacina boa é a vacina aplicada no braço, para que a gente possa viver um novo tempo e superar a pandemia", conclui Nésio.


15:27

Secretário fala sobre vacinação de adolescentes

"O ministro da saúde, durante a reunião na quarta-feira passada, informou que o Ministério também avalia e entende como necessária a inclusão dos adolescentes na vacinação contra a Covid-19, mas que ela ainda vai ser avaliada durante o mês de julho. A decisão deve ser tomada em agosto ou setembro. O Estado avalia ações internas no que diz respeito a adolescentes com comorbidades", esclarece Nésio.


15:24

Testagem pode ser ampliada em terminal de Vila Velha

"Nós estamos avaliando as testagens nos dois terminais e nesta semana vamos tomar a decisão de ampliação de mais um terminal, provavelmente no município de Vila Velha", afirma Reblin. 


15:22

Sesa estuda modos de evitar "turismo de vacina"

"Isso faz com que o Espírito Santo seja alvo do que é chamado de "turismo de vacina", principalmente nos municípios que têm agendamento on-line. Do ponto de vista legal, não há nenhuma infração. No entanto, os Estados que acabam tendo uma maior pressão nesse tipo de acesso podem ter um prejuízo da cobertura vacinal no seu Estado. Por isso, algumas estratégias estão sendo avaliadas na Sesa. Assim que houver conclusões, vamos dar a devida publicidade. É estudada, por exemplo, a exigência do título de eleitor na vacinação. Quando estiver implementada a plataforma do Espírito Santo, o bloqueio de IPs de outros Estados...", explica Nésio. 


15:19

ES não tem circulação da variante delta

"Nós temos um sistema de vigilância que é composto pelo ingresso de pessoas via marítima que a Anvisa controla os navios vindos de todos os países. Portanto, consegue constatar se alguém adoeceu e as medidas são adotadas. Ou o isolamento do navio, testagem dos tripulantes... se faz o rastreio também, com envio para a Fiocruz, para fazer a genotipagem desse vírus. A outra via, que é a aérea, a Anvisa adotou critérios mais robustos para identificar as pessoas que vêm dos países em que essa variante delta está circulando. Nós aqui, com o nosso ponto de coleta no aeroporto, também temos esse objetivo. Até este momento, não temos identificada a transmissão dessa variante", garante Reblin.


15:14

Mais 500 mil testes de antígenos para o ES

O subsecretário Luiz Carlos Reblin afirmou que está em aquisição mais de 500 mil testes de antígenos para o Espírito Santo. 


15:12

Vacinação: faixa etária 30+ em julho em todo o ES

"Temos a expectativa de vacinar com a D1 toda a população com mais de 18 anos até setembro, caso confirmadas as doses do Ministério da Saúde. Devemos alcançar em julho, em todo o Estado, a faixa de 30 anos ou mais. Não é adequado que os municípios façam competição para o avanço da faixa etária, sem ter, de fato, a cobertura necessária, que é de 90%. Isso leva a uma dificuldade maior à população para alcançar a vacina", esclarece Nésio.


15:10

60 mil doses da Jassen devem vir para o ES

De acordo com o secretário Nésio Fernandes, das três milhões de doses da Jassen, aproximadamente 60 mil devem vir ao Espírito Santo e serão distribuídas a todos os municípios capixabas.


15:08

Junho vermelho: se puder, doe sangue!

"Esse é um período de estímulo à doação de sangue. As pessoas devem procurar saber se há um ponto de doação e procurar fazer essa importante ação de saúde pública. Tem muita gente que precisa no momento da cirurgia, do acidente, mas muitas que precisam no cotidiano. Aqueles que são doadores e aqueles que não fizeram, aproveitem o estímulo no mês de junho", pede Reblin.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Espírito Santo Governo do ES SESA Coronavírus Coronavírus no ES Covid-19 espírito santo nesio fernandes Pandemia

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.