Reajuste: veja os novos valores das passagens de ônibus em Linhares

Novo reajuste foi de 3,24% e entrou em vigor neste domingo (17). Na área central do município, as tarifas passam de  R$ 3,40 para R$ 3,50, um acréscimo de R$ 0, 10

Rede Gazeta
Publicado em 18/01/2021 às 11h55
Passagens de ônibus já estão mais caras em Linhares
Passagens de ônibus já estão mais caras em Linhares. Crédito: Divulgação/Viação Joana D'Arc

Quem utiliza o transporte público em Linhares, no Norte do Espírito Santo, passa a pagar mais caro pelas passagens a partir desta semana. O valor foi reajustado e a nova tarifa entrou em vigor neste domingo (17). Com o reajuste, as passagens na área central do município – Sede, Canivete, Santa Cruz, Bebedouro, Rio Quartel, Rio do Norte e Baixo Quartel – passam de R$ 3,40 para R$ 3,50, um acréscimo de R$ 0,10.

De acordo com a Viação Joana D'Arc, empresa responsável pelo transporte coletivo na cidade, o contrato de concessão que rege a prestação do serviço permite que as tarifas sejam reajustadas a cada 12 meses. O último reajuste foi realizado em janeiro de 2020, quando o valor das passagens também subiu R$ 0,10.

NOVOS VALORES

Linhas das áreas 01 e 02:  Sede, Canivete, Santa Cruz, Bebedouro, Rio Quartel, Rio do Norte e Baixo Quartel: R$ 3,50
Linhas Distritais:
Farias, Cajueiro, Lagoa Durão e Pontal do Ouro: R$ 5,80
Baixo Quartel x Palhal: R$ 4,70
Baixo Quartel x Rio do Norte II: R$ 1,10
Cajueiro x Canto Grande: R$ 5,80
Guaxe x Pontal do Ouro: R$ 3,50
Distrito Sede x Pontal (via Guaxe): R$ 5,80

As linhas da Sede  são integradas através do Cartão Vale-Fácil, assim, o passageiro pode utilizar até dois ônibus pagando apenas uma passagem.

O reajuste de 2021, aprovado pelo Conselho Tarifário Municipal, é de 3,24% e, segundo a Viação, está abaixo da inflação. No ano passado, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor, (INPC), índice que mede a variação de preços para o consumidor na economia brasileira, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), acumulou alta de 5,45%, enquanto o reajuste do salário mínimo feito pelo Ministério da Economia foi de 5,26%, valor também abaixo da inflação.

A viação afirma que o valor das passagens é definido com base em uma planilha de custos do funcionamento da empresa, que inclui os gastos com combustível, pneus, chassis, carrocerias e salários. Assim, o novo reajuste, torna-se necessário para manter o equilíbrio econômico-financeiro do contrato de concessão. 

PANDEMIA AUMENTOU A QUEDA NO NÚMERO DE PASSAGEIROS EM LINHARES

Segundo a Viação Joana D'Arc, a pandemia aprofundou a queda no número de usuários do transporte público. Com as medidas de isolamento e de distanciamento social, implantadas em Linhares, houve queda de 75% na demanda de passageiros em março de 2020 e mais de 60% a partir de abril.

Por nota, a empresa informa que mesmo com a diminuição na arrecadação, a empresa se adequou às normas sanitárias exigidas pelo poder público, justamente para atender as necessidades da população, na questão dos horários das linhas e na proibição de se transportar passageiros sem o uso de máscaras, e no quantitativo de pessoas a serem transportadas em pé.

A empresa orienta motoristas e cobradores sobre a lotação máxima de 15 pessoas em pé dentro dos veículos, mas reconhece que, infelizmente, alguns passageiros se recusam a aguardar outro veículo. Por isso, a Viação reforça que, nesse momento, é fundamental a colaboração e compreensão da população.

Linhares linhares ônibus ES Norte

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.