Projeto social ensina surfe e consciência ambiental a crianças na Serra

O "Amigos do Coral" foi iniciado em setembro de 2020 e acontece a cada 15 dias, sempre aos domingos. Além do esporte, as crianças recolhem lixo na praia, aprendem sobre a preservação e ainda se divertem com outras práticas

Vitória
Publicado em 28/01/2021 às 07h52
Amigos do Coral
Todos os envolvidos, dos idealizadores aos menores participantes, são da região de Balneário de Carapebus. Crédito: Arquivo pessoal

Cerca de 40 crianças da região de Balneário de Carapebus, na Serra, têm um compromisso inadiável a cada 15 dias: as aulas de surfe e bodyboard. Porém, antes de surfar, é preciso aprender não apenas sobre o esporte e como praticá-lo, mas também da importância do local onde ele é praticado, neste caso a praia e o mar. O nome da iniciativa é "Amigos do Coral", uma referência ao local onde se surfa na região: o Coral do Sítio.

É despertando a importância da preservação do meio ambiente e a prática sustentável das modalidades que o projeto "Amigos do Coral" acolhe crianças e adolescentes com idades entre 4 e 15 anos. Segundo um dos apoiadores da iniciativa, o arquiteto Yuri Armstrong Borges Loureiro, é desta maneira que o projeto promove a inclusão social dos pequenos da comunidade por meio do surfe esportivo.

"As aulas ocorrem aos domingos, sempre a cada 15 dias. Ainda é uma iniciativa recente, realizamos apenas quatro vezes, mas já conseguimos ótimos resultados. Através de doações de empresários da Serra e Grande Vitória, temos 20 pranchas para ensinar a garotada a praticar os esportes, mas aqui vamos além. As modalidades são apenas a ferramenta encontrada para despertarmos neles a sensação de pertencimento e de certa forma também transformar a vida deles para melhor por meio do surfe e da natureza", contou.

ALÉM DO TÍTULO

Antes de caírem na água para "dropar" nas ondas, a criançada e os demais envolvidos recolhem o lixo espalhado e deixado por pessoas irresponsáveis na Praia de Carapebus e região. Esta prática antecede os ensinamentos esportivos e é desencadeada por voluntários e moradores da própria comunidade. É também colocando a mão na massa, ou melhor, na tinta, que os garotos também confeccionam plaquinhas de madeiras com mensagens de conscientização sobre a importância da preservação.

Amigos do Coral
Antes de caírem na água, a criançada recolhe o lixo deixado na praia. Crédito: Arquivo pessoal

Nos dias dos encontros, além do recolhimento do lixo na praia e os ensinamentos sobre a prática esportiva, a garotada também recebe um café da manhã reforçado para ter energia suficiente. Todas as ações desenvolvidas, incluindo o fornecimento de alimentação, é fruto de doações. E para selar esta união, os envolvidos já correm atrás para transformar o "Amigos do Coral" em uma associação e também em escolinha de surfe, explica a idealizadora e professora de surfe, Luana Bulhões dos Santos, de 29 anos.

"Nós estamos correndo atrás para agilizar a formação da associação e também formalizar a escolinha. Só que como todos somos voluntários, cada um doa um pouquinho do próprio tempo em prol do projeto. Então estamos no estágio de reunir os documentos necessários para obter um cnpj, encaminhamos para a Prefeitura, e esperamos dar esse passo seguinte. Se conseguirmos isso, poderemos ampliar o 'Amigos do Coral' e atender mais crianças", explicou Luana, que é moradora de Balneário de Carapebus.

De fato a fila de espera é grande. São cerca de 25 crianças que aguardam a vez para aprenderem a surfar, mas esbarram na falta de pranchas. Por isso mesmo, o grupo está promovendo uma rifa no valor de R$ 5,00 e que será sorteada no próximo dia 14 de fevereiro. O prêmio é um salto duplo de parapente.

Serra Esportes serra Surfe

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.