ASSINE

Moradores plantam bananeira em buraco no meio de rua em Colatina

Planta foi colocada na rua da 2ª via, no bairro São Silvano, e o protesto funcionou: durante a tarde desta quarta-feira (24), uma equipe da prefeitura fez reparos no local

Tempo de leitura: 3min
Colatina
Publicado em 24/11/2021 às 18h59

Moradores do bairro São Silvano, em Colatina, no Noroeste do Estado, plantaram uma bananeira em um buraco no meio da rua da 2ª via nesta quarta-feira (24). O objetivo da manifestação foi de sinalizar o local e evitar acidentes, além de chamar atenção do poder público. E a iniciativa funcionou. Durante a tarde, uma equipe da Secretaria Municipal de Obras realizou obras de reparo na via e tapou a cratera.

Mplantaram uma bananeira em um buraco no meio da rua da 2ª via, no bairro São Silvano, em Colatina
Moradores plantaram bananeira em um buraco no meio da rua da 2ª via no bairro São Silvano, em Colatina. Crédito: Leitor | A Gazeta

Moradores de Colatina afirmam que em outros bairros do município a solução não veio com a mesma rapidez. Devido às chuvas das últimas semanas, os buracos se multiplicam por várias ruas movimentadas do município — no bairro José de Anchieta, são pelo menos seis em um espaço de poucos metros. Os motoristas precisam fazer malabarismo para desviar, mas nem sempre é possível.

“Passando aqui uns quatro dias atrás, eu caí com o carro em um buraco e acabou amassando a roda. A rua é de duas mãos, mas é apertada. Se tiver dois carros passando, o jeito é desviar e cair em um buraco, para não bater”, relatou o motorista Gildo Gomes da Silva em entrevista à repórter Gabriela Fardin, da TV Gazeta Noroeste.

 Buracos no bairro José de Anchieta, em Colatina.
Buracos no bairro José de Anchieta, em Colatina. Crédito: Heriklis Douglas

No bairro Honório Fraga, parte do asfalto cedeu e deixou os paralelepípedos à mostra. Já no bairro Martinelli, os buracos estão na principal avenida e já causaram acidentes.

“Ontem mesmo dois carros bateram. Na semana passada, uma moça de moto colidiu com um carro. Acidente é direto, porque os motoristas tentam desviar dos buracos e acabam não vendo se tem outro carro vindo”, contou a dona de casa Dulce Sarmento Marino.

O QUE DIZ A PREFEITURA

Demandada pela reportagem, a Prefeitura de Colatina explicou que as obras de asfaltamento realizadas em anos anteriores não tiveram projeto adequado elaborado, o que prejudicou a vida útil e a durabilidade dos asfaltos.

Segundo a administração municipal, já foram mapeados mais pontos nas mesmas condições e a prefeitura está contratando, para o próximo ano, o serviço de manutenção de vias da cidade e, por meio de parceria com o governo do Estado, outro contrato para a recuperação de mais de 25 mil quilômetros de vias em todo o município.

Ainda de acordo com a prefeitura, o asfalto das vias de São Silvano, devido à baixa qualidade, já não aceita mais a compactação de material, cedendo com recorrência. O bairro entrará no projeto de recapeamento. Já no bairro Martinelli, o serviço do Serviço Colatinense de Meio Ambiente e Saneamento Ambiental (Sanear) foi interrompido em decorrência das chuvas, mas será retomado nos próximos dias.

BANANEIRAS EM CACHOEIRO

Em Itapemirim, no Sul do Espírito Santo, os moradores também resolveram protestar com “criatividade”. No último dia 13, eles plantaram bananeiras em buracos localizados na Avenida Bernardino Monteiro, alguns próximos à sede da prefeitura, no bairro Vila de Itapemirim.

O plantio das mudas também tinha a intenção de chamar atenção do poder público para a necessidade de obras de reparo em ruas e avenidas como esta, além de ajudar a sinalizar o problema.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.