ASSINE

ES tem recorde com quase 7 mil casos de Covid-19 registrados em 24h

Estado divulgou 6.945 infecções nesta segunda-feira (10), conforme atualização do Painel Covid-19 pela Sesa. Maior número até então não chegava a 4 mil

Tempo de leitura: 2min
Vitória
Publicado em 10/01/2022 às 20h27
Atualizado em 11/01/2022 às 16h28

Correção

11 de Janeiro de 2022 às 16:28

Uma versão anterior deste texto trazia no primeiro parágrafo a informação de que o número de infectados por Covid-19 em 24 horas era de 6.495. Essa informação está errada. O número correto é 6.945. Esse conteúdo foi corrigido.

Espírito Santo bateu recorde de casos confirmados do coronavírus em 24 horas. Nesta segunda-feira (10), foram registradas 6.945 novas infecções – o maior número de toda a pandemia. O dado foi divulgado por meio da atualização diária do Painel Covid-19, feita pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

Até então, o recorde pertencia ao dia 30 de março do ano passado, quando foram contabilizados 3.532 casos da doença. Na semana passada, o Estado já tinha voltado a registrar mais de mil positivados no intervalo de apenas um dia – o que não acontecia há aproximadamente três meses.

83%

É o quanto o novo recorde de casos em 24h é maior em relação ao anterior

Tradicionalmente, o número de casos confirmados da pandemia apresenta um ligeiro aumento às segundas-feiras em uma espécie de compensação aos fins de semanas, quando há menos notificações. Neste domingo (9), por exemplo, foram registradas 512 infecções.

Ainda assim, o novo recorde é mais um reflexo da maior transmissão do coronavírus. O agravamento fica claro quando se observa a média diária de casos. Neste início, janeiro já aparece como o sexto pior mês de toda a pandemia, com 1.377/dia. Em dezembro de 2021, eram 296/dia.

Em pronunciamento na manhã desta segunda-feira, o secretário Nésio Fernandes passou outros dados que evidenciam a nova onda da pandemia, como a proporção de testes que deram positivo e que quase dobrou na comparação entre dezembro e a primeira semana de janeiro.

Ele ainda detalhou que a Grande Vitória quadruplicou o número de casos de Covid-19 em apenas uma semana. Já o Estado, como um todo, passou de 1.937 casos para 6.685 no mesmo intervalo. Ou seja, "existe um comportamento de aceleração da curva de casos no Espírito Santo".

Nésio Fernandes

Secretário de Saúde do Espírito Santo

"Neste final de semana, concluímos que está estabelecido um aumento muito acelerado de casos no Espírito Santo. Recomendamos cautela extrema à toda a população"

Consequentemente, a Sesa prevê um aumento da pressão hospitalar, principalmente no atendimento ambulatorial. Porém, uma maior demanda por internações já pôde ser percebida. Em um mês, os pacientes da rede pública destinada à pandemia passaram de 253 para 441 nesta segunda-feira (10).

Para impedir um agravamento ainda maior, o secretário Nésio Fernandes reforçou a importância de adotar medidas já conhecidas, como o uso de máscaras, a não aglomeração e a vacinação – que ainda não foi iniciada ou completada com duas doses por cerca de 1,3 milhão de capixabas.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.