ASSINE

Dexametasona: ES avalia uso em pacientes de leitos comuns com Covid-19

A informação foi dada pelo secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, durante entrevista à Rádio CBN Vitória, na manhã desta quarta-feira (17)

Publicado em 17/06/2020 às 14h16
Atualizado em 17/06/2020 às 14h49
DEXAMETASONA
DEXAMETASONA. Crédito: DIVULGAÇÃO

Após a divulgação de estudos de que o remédio dexametasona apresentou bons resultados no tratamento de pacientes graves com a Covid-19 e da declaração do governo de que já utiliza a medicação no Espírito Santo, o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, afirmou que a pasta avalia também usar o medicamento para tratar pacientes de menor complexidade, internados em enfermarias.

A declaração foi dada durante entrevista à Rádio CBN Vitória, na manhã desta quarta-feira (17). Segundo o secretário, a novidade do estudo é que ele aponta que o medicamento pode ser utilizado em pacientes de menor complexidade. Entretanto, Nésio afirma que isso não significa que pessoas com qualquer sintoma gripal possam utilizar o medicamento sem acompanhamento médico.

“Utilizamos a dexametasona e corticoides em pacientes graves, em UTIs. A novidade da prescrição do estudo europeu é de poder utilizá-lo em pacientes de enfermaria, de menor complexidade. No entanto, não há prescrição ou recomendação de utilizar em pacientes ambulatoriais. Não há recomendação de que a população que tenha qualquer resfriado passe a utilizar o medicamento de maneira indiscriminada”, explicou.

Segundo o secretário, um grupo de especialistas do governo do Estado está avaliando a utilização do medicamento em pacientes de menor complexidade. E que a aplicação do mesmo depende da finalização da análise.

“Nós já adotávamos os corticoides no tratamento de pacientes graves com Covid-19 e nossa comissão de especialistas, que atualiza o protocolo de tratamento medicamentoso, já está avaliando a adoção, no nosso Estado, em pacientes também em enfermaria. Estamos aguardando a conclusão do grupo técnico para orientar nossas unidades hospitalares”, concluiu.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Coronavírus Coronavírus no ES Covid-19 Medicamento Dexametasona

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.