ASSINE

Covid-19: Casagrande faz pronunciamento e divulga novo mapa de risco

Cinco cidades entram para o risco extremo a partir da próxima semana; veja outros destaques da fala do governador nesta sexta-feira (9)

Publicado em 09/04/2021 às 17h54
Atualizado em 09/04/2021 às 18h40

18:37

Fim do pronunciamento

Depois de aproximadamente 17 minutos, o governador Renato Casagrande encerrou o pronunciamento desta sexta-feira (9), pedindo colaboração dos capixabas para conseguir controlar a pandemia.


18:36

Taxa de transmissão está acima de 1 em todo o ES

"Se resguarde, resguarde a sua família e as pessoas que você gosta. O vírus está com um nível de atividade muito intenso, tanto no interior como na Região Metropolitana. A taxa de transmissão está acima de 1. A pandemia está crescente no Espírito Santo. A quarentena dá sinais de reduzir a transmissão, mas precisamos de mais uma semana para saber. Mas a redução da transmissão não significa diminuição efetiva do risco. O risco continua", conclui o governador.


18:35

Recorde na média móvel de mortes em 14 dias

"Chegamos à maior média móvel de óbitos em 14 dias, nesta sexta-feira (9): 56,29 pessoas que perdem a vida todos os dias. A taxa de ocupação das UTIs e o número de pessoas que estamos perdendo exigem, de nós, compromisso. A responsabilidade que cada um tem, de forma geral. Por isso continuo pedindo (para seguirem as medidas). Estamos em uma fase muito dura da doença, perdendo muita gente", lamenta Casagrande.


18:32

Casagrande: "A situação é muito grave"

"Já estamos próximos de 2 mil leitos para a Covid-19. A gente abre leitos todos os dias, praticamente, e a ocupação dos leitos está em mais de 90% há mais de 20 dias. O número de pacientes vai crescendo, e mostra como a situação é muito grave, como a doença está muito ativa. A abertura de leitos não é a solução definitiva. A solução definitiva é a vacina, que tem chegado em uma velocidade pequena", alerta o governador.


18:30

Governo vai intensificar fiscalização no feriado

"Vamos intensificar a fiscalização durante o feriado, principalmente nas praias. O primeiro pedido é para não frequentarem a praia. Se tiverem que fazer uma atividade, fazer sem aglomeração, o mais rápido possível e retornar para a casa. É o que precisamos continuar fazendo. É um trabalho que temos que desenvolver em conjunto", afirma o governador.


18:28

Interestaduais voltam com 50% da capacidade

"O transporte interestadual passa a funcionar na segunda-feira (12), com até 50% da capacidade do veículo. O intermunicipal já está funcionando com 50% da capacidade, assim como o trem de passageiros", diz Casagrande.


18:28

Risco alto: transporte público liberado

"Municípios do interior que estiverem em risco extremo também recomendamos que o transporte funcione de segunda a sexta-feira. No risco alto, funciona todos os dias da semana", esclarece Casagrande.


18:26

Transcol volta a circular na terça-feira (13)

"O transporte metropolitano no risco extremo não funcionará sábado e domingo. Estamos retornando com o Transcol na Grande Vitória a partir de terça-feira (13), porque segunda-feira (12) é feriado estadual, dia de Nossa Senhora da Penha", anuncia Casagrande.


18:24

Duas semanas de redução em casos confirmados

"Na primeira semana, de 15 a 20 de março, tivemos cerca de 13 mil novos casos. Do dia 21 a 27, tivemos 15 mil. Depois, 11 mil. E do dia 4 a 9 de abril, 7 mil. São dois dados que apontam resultados da quarentena no que diz respeito à diminuição da velocidade do contágio. Para serem confirmados, precisamos de mais uma semana. Para ter certeza que reduzimos a transmissão do vírus", continua Casagrande.

Gráfico mostra o número de casos confirmados de Covid-19 ao longo das últimas quatro semanas no ES
Gráfico mostra o número de casos confirmados de Covid-19 ao longo das últimas quatro semanas no ES. Crédito: Divulgação | Governo do Espírito Santo

18:23

Duas semanas de queda nos casos suspeitos

"Vou apresentar um gráfico de casos casos suspeitos. Entre o dia 15 e 20 de março, nós tivemos cerca de 40 mil notificações. Depois, de 21 a 27 março, 46 mil. Depois, do dia 28 de março a 3 de abril, 34 mil. E, depois, de 4 a 9 de abril, 30 mil. Tivemos praticamente duas semanas de queda nas notificações. Isso é um bom sinal", detalha o governador.

Gráfico mostra o número de casos suspeitos de Covid-19 ao longo das últimas quatro semanas no ES
Gráfico mostra o número de casos suspeitos de Covid-19 ao longo das últimas quatro semanas no ES. Crédito: Divulgação | Governo do Espírito Santo

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.