ASSINE

Após 10 anos, mãe reencontra filho em hospital de Cachoeiro

Reaproximação entre Silvano Ote Aguiar e sua mãe, Marly Ote, aconteceu após investigação da identidade do homem, que chegou ao hospital após um acidente no dia 4 de janeiro

Publicado em 15/04/2021 às 19h08
Silvano Ote Aguiar e sua mãe, Marly Ote
Silvano Ote Aguiar e sua mãe, Marly Ote. Crédito: Divulgação/ Santa Casa de Cachoeiro

Um reencontro emocionou os funcionários da Santa Casa de Misericórdia Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Espírito Santo, na tarde desta quinta-feira (15). Internado há mais de 100 dias sem identificação, um paciente vítima de um acidente de trânsito reencontrou a sua mãe. Ela não tinha notícias do filho há mais de 10 anos.

O hospital promoveu a reaproximação de Silvano Ote Aguiar, de 46 anos, e sua mãe, Marly Ote, depois de um trabalho de investigação realizado pela enfermeira Gisele Queiroz. Silvano foi encontrado em Vargem Alta após sofrer um acidente de trânsito e, no dia 4 de janeiro, deu entrada no hospital. Ele não conseguia se comunicar.

Gisele conta que entrou em contato com as prefeituras depois que o paciente conseguiu informar o nome e sobrenome. Depois de quase 60 dias, conseguiu localizar a mãe do Silvano. "Eu não aceitava ele sair daqui sem ter a família por perto. Isso me motivou a iniciar a procura junto com o Serviço Social para devolver a identidade dele e entregá-lo para a família. Agora estou muito realizada e feliz", disse a enfermeira.

A mãe do paciente, Marly Ote, mora em Minas Gerais. Foram nove horas de viagem de carro até chegar a Cachoeiro e rever o filho. Ao ver Silvano, ela não conseguiu segurar a emoção. O abraço demorado foi cheio de carinho e saudade. Ela disse que no dia anterior quase não dormiu de tanta ansiedade. "Valeu a pena esperar e fazer essa viagem para encontrá-lo. Deus deu uma segunda chance para ele viver e agora vou levá-lo para casa, cuidar com muito amor e carinho", disse a mãe emocionada.

Silvano Ote Aguiar e sua mãe, Marly Ote, deixaram o hospital nesta quinta (15). Crédito: Divulgação/ Santa Casa de Cachoeiro
Silvano Ote Aguiar e sua mãe, Marly Ote, deixaram o hospital nesta quinta (15). Crédito: Divulgação/ Santa Casa de Cachoeiro

Ao deixar o hospital, ela agradeceu o empenho de toda a equipe e o cuidado que tiveram com o filho durante o tempo em que ficou internado. "Lá na minha cidade já tinham dito que esse hospital é maravilhoso e que ele estava sendo muito bem cuidado aqui. O que quero é agradecer por tudo e desejar muita saúde para todos vocês", disse Marly Ote.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.