ASSINE

TecnoAgro 2022: O uso de tecnologia agiliza os processos de licenciamento ambiental

Inovação e tecnologia para otimizar processos de licenças ambientais

Tempo de leitura: 2min
Publicado em 30/05/2022 às 19h29
Tecnologia tem ajudado a aprimorar licenciamento ambiental
Tecnologia tem ajudado a aprimorar licenciamento ambiental. Crédito: ejaugsburg/ Pixabay

Os processos de licenciamento ambiental ganharam mais agilidade com o emprego de novas tecnologias e será destaque em palestra no TecnoAgro 2022, (clique aqui e inscreva-se), na cidade de Linhares, entre os dias 9 e 10 de junho. O uso de ferramentas como imagens de satélites, tablets e vídeos de monitoramento remoto reduziram a necessidade de visitas técnicas em regiões em que as estruturas estão localizadas, e também sem causar impacto ao percurso do processo, respeitando todos os preceitos da legislação ambiental.

O processo de licenciamento ambiental é uma exigência legal e uma ferramenta do poder público para o controle ambiental de acordo com o seu porte e atividade. E, em muitos casos, apresenta-se como um desafio para o setor empresarial, principalmente no agronegócio. Durante o TecnoAgro 2022, os participantes poderão conhecer como essas ferramentas contribuem para um processo mais prático e menos burocrático na hora de solicitar o licenciamento.

Segundo o Fiscal Estadual Agropecuário e Engenheiro Agrônomo, Michel Tesch, que será um dos palestrantes do evento, os empregos dessas ferramentas tecnológicas tornam mais ágeis e eficientes os processos de licenciamento ambiental, sem prejuízo à qualidade da análise ambiental realizada.

“A tecnologia facilitou a comunicação entre o empreendedor, o órgão licenciador e o responsável técnico. Ela contribuiu também com as informações de dados, hoje temos um acesso mais amplo e claro das informações do que anos atrás. Vou destacar na minha palestra o trabalho que o Idaf vem realizando ao longo desses anos na evolução desse processo digital”, revela.

Desafios

Michel pontua que hoje um dos desafios para a agilidade do licenciamento ambiental é os processos estarem completos por parte dos requerentes de acordo com os quesitos solicitados pelo órgão. “Nós faremos uma abordagem mais clara e pontual dos requisitos necessários para o licenciamento. O evento será uma oportunidade de estar mais próximo daqueles que precisam de uma consultoria nesta área”, explica.

O mercado do agronegócio está cada vez mais inovador fazendo com que os empreendedores cumpram a legislação ambiental para que possam estar inseridos neste caminho. Além disso, os órgãos de financiamento e de incentivos governamentais, como o BNDES, condicionam a aprovação dos projetos à apresentação da licença ambiental.

O TecnoAgro 2022 é um projeto com iniciativa da Rede Gazeta e será realizado junto com entidades importantes que fomentam a força do agronegócio no Espírito Santo. O evento será gratuito e os participantes podem se inscrever em mais de uma palestra, além de conhecer e desbravar o mundo do agronegócio pelos estandes que estarão no espaço. Haverá shows no encerramento dos dois dias, além de produtos orgânicos que estarão disponíveis para compra e muito mais.

Este vídeo pode te interessar

Texto: Romulo Benha

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.