ASSINE

Carlinhos Maia é condenado a pagar R$ 30 mil por rabiscar quadro em hotel

Obra de arte é de autoria da artista Lau Rocha. Ela comemorou a decisão, que ainda cabe recurso

Publicado em 19/08/2021 às 10h56
Carlinhos Maia é condenado a pagar R$ 30 mil por rabiscar obra de arte
Carlinhos Maia é condenado a pagar R$ 30 mil por rabiscar obra de arte. Crédito: Instagram/@carlinhosmaia

O humorista Carlinhos Maia, 30, foi condenado a pagar R$ 30 mil por ter rabiscado a obra da artista plástica sergipana Lau Rocha em 2019. A decisão é da 11ª Vara Cível de Aracaju e ainda cabe recurso.

"Embora ainda caiba recurso, essa decisão é uma vitória importante, que exalta o respeito a quem produz a arte que livra da ignorância", escreveu a artista nas redes sociais.

Calinhos também se pronunciou nas redes. O humorista disse que aprendeu uma lição e se desculpou mais uma vez pelo ocorrido. "Galera sobre o quadro. Fica a lição para mim e para todos: Mesmo que a obra tenha sido comprada há anos, você não pode desenhar em cima mesmo com a autorização de quem pagou pelo quadro, 'como foi meu caso'. Mais uma vez fica minhas desculpas", publicou ele.

Ao G1, o advogado de Lau comentou a decisão: "Além da violação da honra, tem a questão do direito autoral. O juiz analisou o caso dentro dessa perspectiva", Felipe Mendes.

O CASO

O caso ocorreu em outubro de 2019, quando Carlinhos Maia estava hospedado num hotel da Capital sergipana. O humorista desenhou olhos e boca no quadro após postar vídeos falando que, durante a noite, tinha ficado assustado com a imagem da mulher sem rosto.

"Os hóspedes desse hotel vão me agradecer", postou Carlinhos na época, dizendo que a proprietária do hotel o autorizou a rabiscar a obra.

A autora da obra não gostou do que viu e disse que ia entrar na Justiça. "Foi um choque ver o descaso da pessoa em questão pelo meu sentimento expressado na obra", disse na época.

*Com informações do G1

A Gazeta integra o

Saiba mais
Justiça Famosos Arte Carlinhos Maia

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.