ASSINE

Após decisão, ex de Simony baixa pensão de R$ 6 mil para R$ 300

Segundo informações do colunista Leo Dias, o ex-jogador Diego Souza alegou estar recebendo R$ 1 mil de salário, mas ostenta vida confortável em mansão nas redes sociais; cantora quer recorrer da decisão na Justiça

Publicado em 03/01/2019 às 09h08
A cantora Simony. Crédito: Reprodução/Instagram @simonycantora
A cantora Simony. Crédito: Reprodução/Instagram @simonycantora

Simony está preocupada e revoltada com o valor da pensão que passou a receber para a filha Pyetra, de 5 anos, fruto do relacionamento que teve com o ex-jogador Diego Souza, que atualmente é técnico de futebol do Taboão da Serra, em São Paulo.

A cantora, segundo informações do colunista Leo Dias, recebe apenas R$ 300 por mês para criar a menina, após decisão da Justiça. O atleta entrou com um processo na Justiça para revisão de pensão.

Ao colunista Leo Dias, Simony detalhou que inicialmente recebia R$ 6 mil de pensão e que Diego Souza já havia pedido revisão e ganhado, baixando o valor para R$ 1,2 mil. O novo valor, de R$ 300, foi aprovado pela Justiça após o ex-jogador alegar que atualmente está ganhando R$ 1 mil e que, por isso, precisaria reduzir a quantia paga à filha. 

OSTENTAÇÃO NAS REDES SOCIAIS

De acordo com Leo Dias, no entanto, o valor do suposto salário de Diego não condiz com o que a família do atleta ostenta nas redes sociais. Eles moram em uma mansão na Granja Viana e estão sempre mostrando festas que realizam na casa. 

Segundo Leo Dias, Simony pretende recorrer da decisão na Justiça. 

A Gazeta integra o

Saiba mais
justiça simony

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.