ASSINE

Iphan tomba definitivamente 27 obras de Oscar Niemeyer

Entre elas estão edificações projetadas pelo arquiteto para o Parque do Ibirapuera, o Palácio da Alvorada, Congresso Nacional e o Memorial dos Povos Indígenas

Publicado em 22/04/2021 às 19h34
Congresso Nacional
O Congresso Nacional foi projetado por Niemeyer e foi tombado. Crédito: Pedro França

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) tombou, definitivamente, um conjunto de 27 obras do arquiteto Oscar Niemeyer (1907-2012). A publicação no Diário Oficial da União, nesta quinta-feira, 22, do tombamento definitivo dessas obras encerra um processo iniciado pelo próprio arquiteto, em 2007, no ano de seu centenário.

Na ocasião, ele fez uma lista com as edificações que considerava mais importantes e a encaminhou ao então ministro da Cultura Gilberto Gil. Em 2017, esse conjunto de 27 obras foi tombado.

O objetivo, ao tombar bens de valor histórico, cultural, arquitetônico e ambiental, é preservá-los, impedindo que eles sejam destruídos ou descaracterizados. Com o tombamento, este conjunto de obras fica sob a vigilância do Iphan. Qualquer intervenção nas obras e no seu entorno devem ser autorizadas pelo órgão.

Um dos maiores arquitetos brasileiros e nome de destaque na arquitetura moderna brasileira, Oscar Niemeyer morreu em 2012, aos 104 anos. Ele foi responsável por mais de 200 obras no Brasil e no exterior.

A maioria das construções tombadas fica em Brasília, mas entre elas estão, também, o conjunto de edificações do Parque do Ibirapuera, em São Paulo, o Museu de Arte Contemporânea de Niterói, a Passarela do Samba, no Rio de Janeiro, e a Casa das Canoas, que ele projetou em 1951 para viver com a família, também no Rio.

Veja as obras de Niemeyer tombadas pelo Iphan

  • SÃO PAULO
  • Conjunto de edificações projetadas por Oscar Niemeyer para o Parque do Ibirapuera: Palácio das Artes, Palácio das Nações, Palácio dos Estados, Palácio da Indústria, Palácio da Agricultura e Grande Marquise

  • NITERÓI
  • Museu de Arte Contemporânea de Niterói

  • RIO DE JANEIRO
  • Passarela do Samba
  • Casa das Canoas
Fachada do Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília
Fachada do Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília. Crédito: Gil Ferreira/SCO/STF
  • BRASÍLIA
  • Palácio Jaburu
  • Quartel General do Exército
  • Blocos Ministeriais e Anexos
  • Supremo Tribunal Federal
  • Palácio do Planalto
  • Congresso Nacional
  • Palácio da Alvorada, incluindo a Capela
  • Capela Nossa Senhora de Fátima
  • Palácio do Itamaraty e Anexos
  • Palácio da Justiça
  • Pombal
  • Casa de Chá
  • Praça dos Três Poderes
  • Touring Club do Brasil
  • Conjunto Cultural da República: Museu da República Honestino Guimarães e Biblioteca Nacional Leonel de Moura Brizola
  • Espaço Oscar Niemeyer
  • Conjunto Cultural da Funarte
  • Memorial dos Povos Indígenas
  • Memorial JK
  • Teatro Nacional Cláudio Santoro
  • Panteão da Liberdade e Democracia Tancredo Neves
  • Espaço Lúcio Costa
  • Museu da Cidade

A Gazeta integra o

Saiba mais
Cultura arquitetura Iphan

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.