ASSINE

Hackers atacam site da Biblioteca Nacional na mais recente invasão ao governo

Plataforma do órgão ligado à Secretaria da Cultura, com amplo acervo de pesquisa, está fora do ar desde domingo

Publicado em 16/04/2021 às 15h47

O site da Biblioteca Nacional, órgão ligado à Secretaria de Cultura do governo federal, foi alvo de um ataque de hackers no último domingo (11).

Desde então, a plataforma, que congrega registros históricos de livros, revistas e documentos do país e é importante fonte de consulta para pesquisadores, está fora do ar.

A instituição afirma, por nota, que "muito poucos documentos foram atingidos" pelo ataque e "é provável que tudo seja recuperado". Ainda não há previsão de retorno do site.

Interior da Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro, recheado de livros
Interior da Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro, recheado de livros. Crédito: Divulgação/BN

Como medida de prevenção contra novas invasões, foram desligados todos os servidores, o que tem impedido o acesso ao acervo desde domingo. O site tentou voltar ao ar na terça-feira (13) e acabou sendo invadido mais uma vez.

A suspensão dos servidores permite aos técnicos contratados pela Biblioteca Nacional, além escanear os acervos para avaliar os danos, reforçar sua segurança e implantar novas proteções. "O estrago é mínimo", diz a nota, e se os esforços derem certo "poderá até ser zero".

O ciberataque, do tipo ransomware -palavra que deriva do inglês para "resgate"-, é do mesmo estilo daquele que atingiu, por exemplo, o Superior Tribunal de Justiça em novembro.

O objetivo costuma ser embaralhar dados do sistema corporativo de uma organização e manter a chave criptográfica na mão dos criminosos, numa espécie de sequestro virtual de informações.

A Biblioteca Nacional afirma ter notificado o Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República para investigar a invasão. "As demais medidas também estão sendo tomadas e estudadas, como abertura de boletim de ocorrência e medidas judiciais", completa o comunicado.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.