ASSINE

Petrobrás vai reajustar em 5,3% o preço do gás de cozinha

Após quatro baixas consecutivas no início do ano, segundo aumento consecutivo é fruto de retomada de atividades econômicas em Europa e Ásia

Publicado em 03/06/2020 às 20h28
Atualizado em 03/06/2020 às 20h28
Gás de botijão residencial aumenta para as distribuidoras
Gás de botijão residencial aumenta para as distribuidoras. Crédito: Marcello Casal/Agência Brasil

A Petrobras irá reajustar o preço do Gás Liquefeito de Petróleo a partir desta quinta-feira (4). O aumento médio será de 5,3% em bases e refinarias de todo o país. Vale lembrar que no dia 23 de maio, o GLP já havia sofrido um reajuste médio de 5%. O aumento ocorre devido à valorização do barril de petróleo após a retomada de algumas atividades econômicas na Europa e na Ásia.

Apesar dos aumentos consecutivos, o GLP acumula queda média de 12% em 2020. Nos primeiros meses do ano, antes da pandemia do coronavírus, os preços sofrerem quatro reduções consecutivas em função da desvalorização do barril de petróleo no mercado internacional.

Apesar da variação de preço, para o consumidor caseiro, que responde por cerca de 70% do mercado de GLP no Brasil, o preço do botijão tem se mantido na faixa do R$ 70, segundo levantamento da Agência Nacional de Petróleo (ANP). A queda não foi repassada ao consumidor, segundo a agência, devido à estocagem causada pela pandemia do novo coronavírus.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.