ASSINE

Obra do 2º prédio mais alto de Vitória vai abrir 500 vagas de emprego

Empreendimento na Enseada do Suá será o segundo mais alto da Capital, com 100,7 metros de altura, e investimento de R$ 14 milhões

Publicado em 26/03/2019 às 14h38
 . Crédito: Gildo Loyola/Arquivo
. Crédito: Gildo Loyola/Arquivo

O mercado da construção civil está retomando os investimentos e, com isso, os empregos devem surgir ao longo do ano. Apenas a obra de um residencial na Enseada do Suá, em Vitória, deve gerar cerca de 500 oportunidades diretas a partir do segundo semestre de 2019, com chances para diversos cargos, desde auxiliares de obras até engenheiros.

O projeto do imóvel comercial e residencial é do grupo carioca Opportunity Fundo Imobiliário, que deve investir R$ 140 milhões no negócio. O The Gallery Art Residencial, como foi chamado, terá duas torres com 31 andares cada e será erguido a partir de maio deste ano em uma área de 4,2 mil metros quadrados. O residencial com conceito artístico será o segundo prédio mais alto da Capital, com 100,74 metros de altura.

Segundo o diretor-geral da Lopes, empresa que comercializará os apartamentos e salas comerciais, Marcos Murad, o empresariado está retomando a confiança e fazendo investimentos. "A obra terá uma duração de 32 meses e a expectativa é de que sejam gerados cerca de 500 empregos diretos no pico da construção", conta.

O diretor-presidente da Town Maker Construtor de Cidades, empresa responsável pela obra, Bento Vivacqua, explica que a construção começará em maio. "Primeiro, faremos a fundação do residencial, o que deve durar cerca de quatro meses. Nesse período, temos uma demanda menor por mão de obra já que o processo é realizado por maquinário. Depois da fundação pronta, começaremos a erguer o empreendimento e nessa parte do processo teremos o maior número de contratações", comenta. 

Ainda de acordo com ele, as vagas serão abertas a partir de maio, quando as oportunidades serão anunciadas para que os interessados se inscrevam.

OUTROS PROJETOS

Segundo Jomar Monnerat de Carvalho, diretor do Opportunity, o fundo deve lançar outro empreendimento, também na Enseada do Suá, no início de 2020. O imóvel será construído na área que pertencia ao Banco do Brasil e foi comprada em leilão por R$ 37,7 milhões, em junho de 2018. Ainda não há o número de oportunidades que a obra deve gerar.

Além dele, a Lorenge anunciou, no último dia 14, que vai construir quatro novos prédios no Estado a partir do segundo semestre deste ano. Com isso, a empresa estima criar 800 oportunidades diretas. Os currículos podem ser cadastrados no site da empresa, na área "Trabalhe conosco".

A Gazeta integra o

Saiba mais
emprego vitória

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.