ASSINE

Maia diz que reforma tributária está bem avançada, mas faz críticas a setor

O presidente da Câmara dos Deputados também afirmou que a agenda com o Ministério da Economia e Banco Central (BC) está bem organizada

Publicado em 18/02/2020 às 15h12
Rodrigo Maia (DEM/RJ) em evento . Crédito: Charles Sholl/Brazil Photo Press/Folhapress
Rodrigo Maia (DEM/RJ) em evento . Crédito: Charles Sholl/Brazil Photo Press/Folhapress

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse nesta terça-feira (18), que a reforma tributária está bem encaminhada no Legislativo assim como a agenda com o Ministério da Economia e Banco Central (BC) está bem organizada. "A reforma tributária está bem encaminhada e tem muita chance de avançar", disse o deputado, participante do CEO Conference, evento para o mercado financeiro organizado pelo Banco BTG Pactual, em São Paulo.

Contudo, ele não poupou de críticas a uma parte do setor privado que, de acordo com ele, não quer a reforma tributária e, antes, quer a volta da CPMF.

"Até ressuscitaram o Everardo Maciel ex-secretário da Receita Federal na gestão de Fernando Henrique Cardoso para garoto propaganda da CPMF", criticou Maia.

"Às vezes, a elite também erra. Quer que a sociedade pague a conta de alguns setores", disse o presidente da Câmara a uma plateia repleta de representantes ricos do mercado financeiro.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.