ASSINE

Inflação ao consumidor sobe 1,7% na preliminar de abril, na comparação anual

O resultado superou a previsão de avanço de 1,6% dos analistas

Publicado em 03/05/2019 às 07h26
Ambiente de negócios para crescimento da economia. Crédito: Divulgação
Ambiente de negócios para crescimento da economia. Crédito: Divulgação

O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) da zona do euro cresceu 1,7% em abril, na comparação anual, acelerando após a alta anual de 1,4% registrada em março. O resultado superou a previsão de avanço de 1,6% dos analistas ouvidos pelo Wall Street Journal, embora tenha continuado abaixo da meta de quase 2% do Banco Central Europeu (BCE).

O núcleo do CPI, que exclui itens voláteis como alimentos e energia, subiu 1,2% em abril, na comparação anual, depois de avançar 0,8% em março. O resultado de abril é o mais alto desde outubro de 2018 para o núcleo da inflação ao consumidor na zona do euro.

Embora o avanço possa ser bem-vindo pelo BCE após vários meses de leituras fracas, ele pode se dever a fatores temporários. O feriado da Páscoa, quando há uma alta nos gastos dos consumidores, caiu em abril neste ano, mas a maior parte dele foi em março em 2018. Isso significa que a inflação de abril pode ter sido exagerada, com os preços de serviços como restaurantes e hotéis em particular recebendo um impulso transitório. 

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.