ASSINE

Governo federal confirma a privatização da Codesa

Além da estatal que cuida dos portos do Espírito Santo, outras 16 estatais serão privatizadas, entre elas os Correios, Eletrobras, e a Casa da Moeda

Publicado em 21/08/2019 às 03h19
Atualizado em 29/08/2019 às 21h32
O processo de desestatização da Codesa deverá ser o primeiro do Brasil e servirá de piloto para a venda de outras estatais. Crédito: Divulgação/ Codesa
O processo de desestatização da Codesa deverá ser o primeiro do Brasil e servirá de piloto para a venda de outras estatais. Crédito: Divulgação/ Codesa

A Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa) vai ser privatizada pelo governo federal. A confirmação aconteceu na manhã desta quarta-feira, 21, e foi publicada no portal Poder 360. Além da estatal que cuida dos portos do Espírito Santo, outras 16 estatais serão privatizadas, entre elas os Correios, Eletrobras, e a Casa da Moeda. Veja aqui a lista de todas as empresas que vão ser privatizadas.

Em junho, o secretário da Coordenação de Transportes do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), Daniel Barral, disse em entrevista à Rádio CBN que o leilão da Codesa estava previsto para o primeiro trimestre de 2021. Segundo ele, o processo de desestatização da Codesa deverá ser o primeiro do Brasil e servirá de piloto para a venda de outras estatais.

Já no mês de julho, com problemas financeiros, a empresa demitiu 32 funcionários. Entre 2017 e 2018 a estatal registrou um déficit de R$ 43 milhões. Ainda em julho a autoridade portuária apresentava um déficit de R$ 7 milhões. 

A assessoria de imprensa da Codesa foi acionada para comentar o assunto, mas ainda não se posicionou.

 

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.