ASSINE

Companhia terá voos diretos entre Linhares e Belo Horizonte

Azul pretender iniciar operação na cidade a partir da inauguração do novo aeroporto, que está em obras para ampliação da pista de pousos

Publicado em 07/02/2019 às 18h59
Projeção de terminal aeroportuário no modelo M2, que será o construído em Linhares. Crédito: Reprodução
Projeção de terminal aeroportuário no modelo M2, que será o construído em Linhares. Crédito: Reprodução

Moradores de Linhares e do Norte do Estado já podem criar expectativas de pegarem voos sem ter que vir para Vitória. Assim que forem concluídas as obras do novo Aeroporto Regional de Linhares, a cidade já deve ganhar uma rota doméstica, com voos para Confins, na Grande Belo Horizonte (MG).

A operação será realizada pela Azul, que assinou com o governo do Espírito Santo a adesão ao Programa de Desenvolvimento e Proteção à Economia Estadual (Compete/ES), para criação de voos domésticos interestaduais e estaduais no Estado com a contrapartida da redução, por parte do governo, do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) que incide sobre o Querosene de Aviação (QAV).

De acordo com a companhia, a intenção é oferecer cerca de cinco frequências semanais entre as cidades. A aeronave que fará a rota será o moderno turboélice ATR 72-600 com capacidade para até 70 passageiros. A Azul já havia anunciado, em março do ano passado, que tinha interesse em operar uma rota a partir de Linhares

O início das operações, no entanto, só poderá acontecer após a conclusão das obras do novo complexo aeroportuário - o que ainda não tem previsão para acontecer - e a homologação do aeroporto de Linhares pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

OBRAS E ETAPAS

Atualmente, já está sendo executada a obra da nova pista de pousos e decolagens de Linhares, que terá 1.860 metros de extensão, bem maior que a existente, de apenas 1.350. Com esse comprimento, a nova estrutura será maior inclusive que a 06/24, que é a pista antiga do Aeroporto de Vitória que segue em operação. 

Essa etapa de obras também abrange a construção de um novo pátio de aeronaves e de taxiways (áreas de taxiamento e manobra de aviões). Cerca de 100 funcionários trabalham no canteiro de obras hoje. São aproximadamente R$ 30 milhões em investimentos para essa etapa, com 60% dos recursos sendo de ordem federal e 40% do governo do Estado.

Já a segunda etapa, que inclui um novo terminal de passageiros, vias de acesso, estacionamento de veículos e seção de combate a incêndio ainda está em fase de licenciamento. A expectativa é que a licitação saia até abril.

O terminal será no modelo M2, que tem 2.160 metros quadrados e é um padrão da Secretaria Nacional de Aviação Civil para aeroportos de pequeno e médio porte. 

De acordo com o superintendente do Aeroporto de Linhares, Wilmar Barros Barbosa, como será um terminal padrão, a obra deve ser simples e de rápida execução. "A pista, se a chuva ajudar, deve ser entregue entre julho e agosto, as obras estão em ritmo acelerado. Estamos calculando que a licitação para o terminal saia até abril, sendo que o licenciamento já está bem encaminhado, com os relatórios apresentados".

Após essas duas principais etapas, haverá ainda uma terceira, que consistirá na instalação de equipamentos como raio X e balizamento noturno da pista, instrumentação de pista e sinalização de pista, definição de procedimentos para operação por instrumentos. Está prevista também a implantação de sinalização horizontal e luminosa, o que permitirá que o aeroporto opere a noite. 

A expectativa da prefeitura é que, se tudo estiver pronto, o aeroporto poderá movimentar em 2020 mais de 20 mil passageiros. "Além de facilitar a vida dos passageiros, que agora terão a opção de um meio de transporte bem mais rápido, o aeroporto já vem gerando novos empregos, desde o início das obras, sem contar que fortalecerá não somente a economia de Linhares, mas de toda a região Norte e Noroeste do Estado, Sul da Bahia e Noroeste de Minas Gerais. As oportunidades serão ampliadas, novas empresas serão instaladas, mais empregos serão gerados e a logística do município fortalecida”, afirma o prefeito Guerino Zanon.

A Gazeta integra o

Saiba mais
aeroporto aviacao linhares linhares

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.