ASSINE

Com desemprego, número de microempreendedores sobe 12,6% no 1° trimestre

Os microempreendedores individuais (MEIs) representaram 81,7% dos casos de aberturas de empresas no país no primeiro trimestre

Publicado em 03/05/2020 às 11h55

Com o desemprego elevado no Brasil – considerando dados antes do impacto da crise do novo coronavírus – o número de microempreendedores seguiu crescendo no primeiro trimestre.

Carteira de trabalho
Carteira de trabalho: empreender é uma das alternativas ao desemprego . Crédito: Agência Senado

O número de MEIs (Microempreendedores Individuais) subiu 12,6% em relação ao mesmo período do ano anterior, de acordo com dados da Boa Vista, que serão divulgados nesta segunda (4).

Nas demais categorias houve recuo de 5,8%. Os MEIs representaram 81,7% dos casos de aberturas de empresas no primeiro trimestre. O levantamento mostra que o setor de Serviços representou 62,5% das aberturas no período.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.