ASSINE

Acordo vai permitir pagamento da conta de luz com sistema instantâneo PIX

Como o pagamento será imediato, a medida vai agilizar a religação do serviço no caso dos consumidores que estiverem com contas em atraso

Publicado em 20/08/2020 às 16h33
Conta de luz da EDP Espírito Santo: consumidores vão ajudar a pagar empréstimo em 65 meses
Conta de luz poderá ser paga em segundos 24 horas por dia. Crédito: Fernando Madeira

O Banco Central (BC) e a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) fizeram um acordo que vai possibilitar  que os cidadãos paguem a conta de luz com o PIX, o modelo de pagamento instantâneo digital brasileiro.

Com o novo sistema, o pagamento da fatura ocorre em segundos, a qualquer hora, em qualquer dia da semana. Além de ser mais uma opção, o PIX não tem custo adicional.

Por ser imediato, o pagamento via PIX vai agilizar o religamento da energia, no caso de residências e estabelecimentos comerciais que estiverem com faturas atrasadas. Atualmente, esse processo pode levar dias por causa das características do meio de pagamento usualmente utilizado para liquidação das faturas.

O acordo de cooperação técnica firmado entre o Banco Central e a ANEEL facilita também as atividades das distribuidoras de energia. O PIX é mais rápido e barato para essas empresas receberem pela prestação do serviço. A ANEEL fará a interlocução com as distribuidoras e com o Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) para que o novo modelo alcance todas as prestadoras de serviço e esteja adequado para fins de emissão da nota fiscal de energia elétrica.

A utilização do PIX para faturas de energia elétrica será feita gradualmente e pode durar até dois anos, que é o tempo de vigência do acordo de cooperação.

Com a inclusão das contas de luz, aumenta a lista de serviços públicos abrangidos pelo pagamento instantâneo. Antes do acordo com a ANEEL, o BC havia firmado parceria com a Secretaria do Tesouro Nacional (STN), para o recolhimento de taxas federais.

* com informações do Banco Central

A Gazeta integra o

Saiba mais
Banco Central energia elétrica Aneel

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.