ASSINE

Cooperativa do ES investe em novo parque industrial e mais produtos

Com 83 anos de história, a Selita vai ampliar produção e ofertar mais itens no mercado de lácteos

  • Estúdio Gazeta

    O Estúdio Gazeta é o time de produção de conteúdo para anunciantes da Rede Gazeta, com estrutura independente da Redação de A Gazeta/CBN.
Publicado em 16/07/2021 às 13h30
Selita - parque industrial
Novo parque industrial tem como objetivo diminuir custos operacionais da cooperativa e aumentar a eficiência nos processos . Crédito: Selita/Divulgação

A história é feita de homens e seus sonhos. É sustentada nesse conceito que vem atuando a cooperativa Selita, fundada há 83 anos pela ousadia de 25 produtores que resolveram mudar a conjuntura da pecuária de leite do Espírito Santo.

A Selita cresceu, se fortaleceu e vai inaugurar um novo parque industrial, situado no quilômetro 413 da BR 101, em Safra, Cachoeiro de Itapemirim. Um investimento que está sendo construído graças à coragem e apoio de toda a família Selita, cerca de 1.800 cooperados, sendo a maioria de pequenos produtores.

Esse investimento tem como objetivo diminuir custos operacionais da cooperativa, aumentar a eficiência nos processos e, consequentemente, aumentar a receita. Um complexo dotado de modernas instalações, sustentável em todos seus procedimentos e com capacidade de receber até 800 mil litros/dia de leite.

No novo parque industrial, além de aperfeiçoar a qualidade do atual portfólio, a Selita planeja lançar outros produtos como, por exemplo, os funcionais, para sempre atender às demandas dos consumidores.

Todas as ações convergem no espírito do cooperativismo que, na avaliação da Selita, é o melhor modelo de negócios. “Para nós tem dado certo porque aproxima as pessoas, educa e dá oportunidade para todos. Somos fiéis aos seus princípios doutrinários. Uma história é feita de homens e seus sonhos”, finaliza o presidente Leonardo Monteiro.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Cooperativas

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.