ASSINE

Colatina e Frisa: história de gratidão mútua

Com 53 anos de existência, empresa ressalta o orgulho de ser capixaba e, principalmente, colatinense.

Publicado em 08/06/2021 às 17h31

No início da década de 60 nosso estado iniciou um processo de erradicação dos cafezais. Colatina e região foram então amplamente impactadas por essas iniciativas e, como consequência, milhares de trabalhadores e suas famílias ficaram ociosos.

Nesse mesmo cenário o governo estadual incentivava a abertura de novos empreendimentos para alavancar a economia e um grupo de empresários colatinenses viu a oportunidade de fundar um frigorífico. Assim, em 1968,nasce o Frisa-Frigorífico Rio Doce S.A, uma legítima e orgulhosa empresa colatinense.

O Frisa iniciou sua operação em 1971, com uma linda solenidade de inauguração, ano no qual a Princesa do Norte atingia o seu cinquentenário, inclusive, com uma programação intensa de aniversário, afinal de contas, comemoração e colatinense são quase sinônimos.

Frisa
Solenidade de Inauguração FRISA. Crédito: Acervo

O frigorífico então instala-se em uma propriedade rural na margem norte do Rio Doce, e constrói as primeiras residências no local a fim de abrigar seus primeiros colaboradores. O empreendimento passa a movimentar a região, que se desenvolve, atraindo novos moradores, projetos governamentais de habitação popular e daí nasce a atual comunidade do bairro Honório Fraga.

Frisa
Unidade Frisa nos anos 80 e a formação do bairro Honório Fraga. Crédito: Acervo

Em 1974, com apenas 3 anos no mercado, a empresa realiza a primeira exportação de carne congelada do Espírito Santo. Uma carga transportada por caminhões que desfilaram orgulhosamente pelas ruas do município tamanho era a relevância daquele feito. De Colatina a carga seguiu para o Porto de Vitória e de lá até a Grécia no navio Penélope II.

Desfile Caminhões Centro Colatina

frisa
Desfile Caminhões Centro Colatina. Acervo
frisa
Desfile Caminhões Centro Colatina. Acervo
Frisa
Desfile Caminhões Centro Colatina. Acervo
Desfile Caminhões Centro Colatina
Desfile Caminhões Centro Colatina
Desfile Caminhões Centro Colatina

De lá para cá o Frisa cresceu, se instalou em outros três estados da federação e conquistou o mercado externo. Os produtos produzidos aqui carregam consigo o nome do nosso município e a força desse povo.

“Frisa e Colatina se completam. É a nossa casa e sempre que possível falamos com muito orgulho dela. Nascemos e continuamos aqui. Crescemos, é verdade, mas nunca nos esquecemos de citar nossa querida Colatina por onde passamos”, afirmou o diretor-presidente do Frisa, Arthur Arpini Coutinho.

frisa
Imagem aérea FRISA Colatina atual. Crédito: Acervo

É admirável olharmos para o passado e percebermos que as histórias de Colatina e do Frisa estão intimamente entrelaçadas. Desenhadas pela competência e pelo trabalho de milhares de cidadãos colatinenses. Melhor ainda é olhar para o futuro e vislumbrarmos tudo que ainda escreveremos juntos. A todo povo dessa terra tão amada os nossos sinceros agradecimentos e desejo de prosperidade. Que venham os próximos 100 anos para que possamos caminhar juntos.

Este é um conteúdo de responsabilidade do anunciante.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Centenário de Colatina Aniversário de Colatina

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.