ASSINE

INSS é autorizado a fazer concurso para preencher mil vagas

Órgão terá seis meses para publicar o edital com as normas da seleção. Chances são para técnico do seguro social

Publicado em 13/06/2022 às 08h20
Chances são para atendimento ao público. Crédito: Carlos Alberto Silva
Chances são para atendimento ao público. Crédito: Carlos Alberto Silva

O governo federal autorizou o Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) a fazer concurso para preencher mil vagas para o cargo de técnico do seguro social. A portaria foi publicada no Diário Oficial da União, pela Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital nesta segunda-feira (13).

Caberá ao INSS editar as respectivas normas, mediante a publicação de editais, portarias ou outros atos administrativos necessários.

O prazo para a publicação do edital de abertura do concurso público será de seis meses, contado a partir desta segunda, data da publicação da portaria.

O cargo de técnico do seguro social exige o nível médio de escolaridade; A remuneração é de R$ 5.186,79. Nos próximos dias, deverá ser definida a distribuição das vagas autorizadas. A contratação da banca está prevista para julho.

O último concurso do INSS foi realizado em 2015 e organizado pelo Cebraspe. Os candidatos foram submetidos a prova objetiva, contendo 120 questões:

  • 50  questões de Conhecimentos Básicos 
  • Ética no Serviço Público
  • Regime Jurídico Único
  • Noções de Direito Constitucional
  • Noções de Direito Administrativo
  • Língua Portuguesa
  • Raciocínio Lógico
  • Noções de Informática
  • 70 questões de Conhecimentos Específicos
  • Seguridade Social, incluindo Direito Previdenciário. 

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.