ASSINE
Taynã Feitosa é sommelière e cervejeira apaixonada por uma boa cerveja e suas infinitas possibilidades. Também é jornalista e mercadóloga

Cervejas produzidas com café que vale a pena experimentar

A coluna reuniu três sugestões de cervejas nacionais que contêm café na receita. São rótulos acessíveis, que custam até R$ 27,90

Publicado em 22/07/2020 às 17h08
Atualizado em 22/07/2020 às 17h10
Copos de cervejas escuras produzidas com adição de café na receita
 . Crédito: Shutterstock

Café para o dia, cerveja para as tardes e as noites e para o happy hour. Essa é a minha lei e aposto que ela se aplica a mais gente, já que essas são duas das bebidas mais consumidas no mundo.

Algum cervejeiro, em um dia de iluminação divina, teve a brilhante ideia de misturá-las. O resultado não poderia ter sido melhor, e falo isso sem imparcialidade alguma!

Nosso país já é famoso pela qualidade dos cafés que produz, e, nos últimos anos, tem também se destacado na produção de cervejas com esse produto adicionado às receitas, seja em forma de grãos já torrados, café coado ou extrato.

Por aqui vemos essa mistura tanto em cervejas escuras que tradicionalmente têm notas de café devido à torra do malte como em rótulos que fogem do óbvio e trazem refrescância com a combinação.

Selecionei três cervejas brasileiras com café na receita que fazem a diferença e vale a pena experimentar. São rótulos acessíveis para os mais diversos bolsos e paladares. Confira:

Cerveja clara produzida com café Morada Hop Arabica
  • Morada Hop Arábica
  • Já falei desse rótulo aqui algumas vezes, mas é porque ele é especial. Primeiramente por se tratar de uma cerveja clara com adição de café e com uma carga de lúpulos que a deixa brilhantemente refrescante. Criada em parceria com a Lucca Cafés Especiais, essa Morada já conquistou medalhas e nunca falta em minha cervejeira.
  • Quanto: R$ 19,90 (473ml) no Clube do Malte. Também está à venda na Odara Pão e Café, em Vitória.
Cerveja produzida com café Schornstein Porter Café
  • Schornstein Porter Café
  • Trouxe um exemplar dessa maravilha de uma visita que fiz à fábrica da Schornstein, em Pomerode (SC). Abri e provei semana passada, e desde o rótulo já sabia que uma experiência incrível me aguardava. Desenvolvida em parceria com o sommelier de cervejas Douglas Merlo, essa Robust Porter tem adição de café Catuaí Vermelho cultivado em Minas Gerais, com torra desenvolvida especialmente para a receita. 
  • Apresenta notas claras de café e chocolate, e um amadeirado ao fundo completa a experiência sensorial da cerveja. No paladar leva para frutas secas, com um toque adocicado.
  • Quanto: R$ 19,99 (473ml), na Cerveja Box.
Cerveja produzida com café Modern Dogma Mocha Porter
 
  • Modern Dogma Mocha Porter 
  • Além da adição de café nacional, essa Imperial Porter sazonal da cervejaria Dogma também leva cacau na receita. Criada em parceria com a cervejaria californiana Modern Times, entrega corpo médio e um aroma inconfundível vindo da torrefação da cevada e do café. Notas de frutas secas também compõem com personalidade a receita primorosa, que deveria inclusive estar fixa na carta da cervejaria. Fica a dica, Dogma!
  • Quanto: R$ 27,90 (310 ml), na Cervejaria Virtual.

Acompanhe a colunista também no Instagram.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.