ASSINE
Rodrigo Lima é empresário no mercado de automóveis premium, estética automotiva e marketing digital. Um empreendedor sempre na vanguarda das novas tendências no mercado de luxo e estilo de vida.

O que faz um carro ser considerado de luxo?

Quando falamos de luxo, tocamos nas marcas grandiosas, aquelas em que o valor é representado pelo status, formação de opinião, exclusividade, atenção aos detalhes e impacto ao consumidor de forma genial

Vitória
Publicado em 25/09/2021 às 01h59
No mercado de luxo, destacam-se as marcas como Mercedes-benz, BMW, Audi, Land Rover, Volvo, Jaguar, Porsche, Lamborghini e Ferrari.
No mercado de luxo, destacam-se as marcas como Mercedes-benz, BMW, Audi, Land Rover, Volvo, Jaguar, Porsche, Lamborghini e Ferrari. Crédito: All Car/Divulgação

No Brasil, o mercado de automóveis premium é visto com uma imagem distorcida pelos consumidores, já que o brasileiro é apaixonado por carros e o ticket médio de valor é bem acima em relação ao salário da maioria da população.

Quando falamos de luxo, tocamos nas marcas grandiosas, aquelas em que o valor é representado pelo status, formação de opinião, exclusividade, atenção aos detalhes e impacto ao consumidor de forma genial.

Destacam-se a Mercedes-benz, BMW, Audi, Land Rover, Volvo, Jaguar, Porsche, Lamborghini, Ferrari e outras que se equiparam a estas como rótulos emblemáticos de paixão do automobilismo e que carregam essas particularidades épicas.

Por aqui, os veículos populares pairam no valor de R$ 70 mil, atualmente. Marcas como a Toyota, Hyundai, Kia, Honda, Jeep, entre outras, por muito tempo foram intituladas pelo consumidor como premium, já que contam com preços a partir de R$ 100 mil.

Devemos considerar o conceito de qualidade, já que produzir por escala é diferente de produzir com cunho artesanal. Daí se diferencia materiais mais nobres em relação a econômicos e, consequentemente, os mais duráveis dos menos duráveis.

Quando avaliamos no mercado seminovo, por exemplo, uma Mercedes-benz com cinco anos de uso, em relação a um Volkswagen, conseguimos medir na prática o que distingue um do outro.

Por fim, o que importa é o que você busca num carro. Pode ser excelência, desejo, merecimento ou economia, usabilidade e praticidade.

Entretanto, não podemos esquecer que elementos únicos só encontramos num produto muito bem pensado para aqueles que valorizam o legado dos automóveis.

Este texto não traduz, necessariamente, a opinião de A Gazeta.

A Gazeta integra o

Saiba mais
carros Mercado Automotivo Carros de Luxo

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.