ASSINE
A jornalista Renata Rasseli cobre os eventos sociais, culturais e empresariais mais importantes do Estado. Sua marca é aliar notícias a tendências de moda, luxo, turismo e estilo de vida

Airbnb lança novo protocolo de higienização das acomodações em maio

A plataforma de aluguel de temporada criou protocolos, que serão lançados em maio nos Estados Unidos e, em seguida, no Brasil

Publicado em 30/04/2020 às 13h23
Atualizado em 30/04/2020 às 13h25
Aplicativo de locação de imóveis por temporada, o AirBnb
Aplicativo de locação de imóveis por temporada, o AirBnb. Crédito: Pixabay

Plataforma de aluguel de temporada, o Airbnb acaba de lançar novos protocolos e até uma certificação de limpeza diante da pandemia do coronavírus. O Programa Avançado de Limpeza do Airbnb, que inclui o primeiro protocolo padronizado e abrangente de higienização no setor de compartilhamento de acomodações, visa apoiar anfitriões e hóspedes para o futuro das viagens, com foco na saúde e bem-estar da comunidade.

O Protocolo de Higienização do programa, que começará nos Estados Unidos e será ampliado para outros mercados, como o Brasil, está sendo desenvolvido com orientação de autoridades sanitárias e em parceria com especialistas em hospitalidade e higiene médica locais. As diretrizes, que serão anunciadas em maio, vão incluir capacitação da comunidade de anfitriões sobre como higienizar todos os cômodos de uma casa e certificação das acomodações que seguem esses padrões.

O novo protocolo, que estará disponível para todos os nossos anfitriões, incluirá, ainda, informações específicas sobre a prevenção à COVID-19, como o uso de equipamentos de proteção individual (como máscaras e luvas) para os anfitriões e seus assistentes, além de produtos certificados por autoridades sanitárias. Também será necessário um período de 24 horas após a última estadia antes de o hóspede entrar na acomodação para evitar eventuais riscos de contaminação.

Os anfitriões que não puderem se comprometer com o Protocolo de Higienização poderão optar por um novo recurso chamado Intervalo entre Reservas, que estabelece um período maior, de 72 horas, entre o fim de uma reserva e o início de outra. Esse intervalo é baseado em recomendações de especialistas aplicadas em outro programa do Airbnb, que já ofereceu mais de 200 mil estadias a profissionais de saúde na linha de frente do combate à COVID-19 pelo mundo em países como Alemanha, Colômbia, Espanha, Itália e México.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.