ASSINE
Uma jornalista que ama os animais, assim é Rachel Martins. Não é a toa que ela adotou duas gatinhas, a Frida e a Chloé, que são as verdadeiras donas da casa. Escreve semanalmente sobre os benefícios que uma relação como essa é capaz de proporcionar

8 motivos para manter os gatos dentro de casa

Residências onde têm gatos necessitam obrigatoriamente, antes de a gente adentrá-la, ser telada completamente. Se for uma casa com quintal, faça um muro alto e em cima coloque as telas de proteção

Publicado em 20/04/2021 às 02h00
A gata  Chloé
Para manter os gatos seguros dentro de casa, é importante telar todas as janelas ou locais possíveis de fuga. Crédito: Arquivo pessoal

Meu querido diário… Muitos humanos ainda acham que lugar de gato é na rua, já que somos caçadores por natureza. Por isso, devemos viver livres e soltos. Mas desde que fomos domesticados - e isso vem de um longo tempo - viver nas ruas não é o ideal para nós. Hoje, o melhor é nos manter dentro de casa, seguros.

Embora nos deixar indoor ainda seja um tema polêmico entre os “pais” de bichanos, acredito, olha eu dando minha opinião, que podemos, sim, ser felizes dentro de casa, sem acesso às ruas (eu e Frida vivemos muito bem dentro de nosso apartamento de 54 m²).

Para manter os gatos seguros em casa, é importante telar todas as janelas ou locais possíveis de fuga
Para manter os gatos seguros dentro de casa, é importante telar todas as janelas ou locais possíveis de fuga . Crédito: Pexels /Divulgação

E não importa se é um lugar pequeno ou grande, se tem quintal ou não, e se o tutor passa boa parte do dia trabalhando fora. Nós somos seres muito independentes e nos adaptamos facilmente ao ambiente, desde que, claro, isso seja feito de maneira tranquila e esse local não seja considerado uma ameaça para nós, os gatíneos.

Mas fique atento, residências onde têm gatos necessitam obrigatoriamente, antes de a gente adentrá-la, ser telada completamente. Se for uma casa com quintal, faça um muro alto e em cima coloque as telas de proteção. Outra dica é fazer um gatil. No apartamento, basta telas em todas as janelas e básculas, sem essa proteção corremos o sério risco de cair e morrer - esse papo de que a gente tem sete vidas, é pura poesia.

Além disso, necessitamos de uma alimentação de qualidade e água à vontade. Também precisamos de vacinação e vermifugação, anualmente, e da caixinha de areia - sempre limpa - para fazer as nossas necessidades.

A castração é essencial, e faça isso enquanto somos pequenos, isso nos deixará mais calmos. E embora a gente não precise sair às ruas para se exercitar, como somos naturalmente caçadores de emboscada, adoramos correr, mas fazemos isso num curto espaço de tempo, por isso precisamos de espaço e, se possível, que os nossos tutores façam o enriquecimento do ambiente, proporcionando entretenimentos em casa para nós, seus peludos blasés.

Saiba por quê manter nós, os gatos, em casa:

1 - Lembre-se que gatos não castrados que andam pelas ruas contribuem para o aumento populacional dos felinos. E nós já estamos cansados de saber o que acontece: milhões de bichanos abandonados todos os anos, passando fome, frio e sujeitos a todos os tipos de maus-tratos por parte dos humanos.

2 - Ficando dentro de casa, nós não vamos entrar em brigas com outros felinos voltando para casa muitas vezes seriamente machucados. Não esqueça que somos territorialistas, e isso naturalmente pode acontecer. E, além disso, estaremos protegidos de doenças como a FIV (Aids Felina), a FELV (Leucemia Felina), a esporotricose, entre outras.

3 - Sem acesso às ruas, não entraremos para o alto índice de felinos atropelados todos os anos. E tanto faz se já somos adultos ou filhotes, corremos o mesmo perigo.

4 - Também não ficaremos expostos aos cachorros, principalmente aos de grande porte, que nos enxergam muitas vezes como uma presa, faz parte do instinto dos doguinhos. E nesse caso, não temos muitas chances de defesa, embora sejamos mais rápidos.

5 - Dentro de casa não corremos o risco de aquele vizinho que odeia nós, os gatos, jogar alimentos envenenados com o objetivo de nos matar. Acredite, existem muitas pessoas más por aí. E como somos indefesos, fatalmente fora do nosso lar podemos topar com um deles.

6 - Ir para as ruas significa, muitas vezes, uma ótima oportunidade para nós, os felinos, de caçar. E, nesses casos, é bem provável que a gente volte com um rato na boca de presente para você, mamãe ou papai. Não fazemos isso por mal, no nosso entender, estamos lhes fazendo um agrado. Estimule o nosso instinto predador nos oferecendo os ratinhos de brinquedo, eles já são suficientes.

7 - Usando a caixinha de areia em casa fica bem mais fácil diagnosticar algum problema urinário em nós, os gatíneos. Nós temos uma grande propensão a infecções dessa natureza.

8 - Em casa, nós não corremos o risco de alguém nos roubar e, acredite, nem sempre nos levam em boa intenção. Nós, os felinos, somos alvos de muitas pessoas más, principalmente quando temos a pelagem preta. E nem sempre a coleira com identificação ou o microchip vai adiantar. E mesmo que tenhamos um senso de direção apurado, não significa que ao sair às ruas conseguiremos retornar para casa

Este texto não traduz, necessariamente, a opinião de A Gazeta

Pets

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.