ASSINE
Seu jornal com uma dose de ironia

Passar a 40 km/h no radar de 60 km/h não acumula milhas, diz especialista

Há quem diga ainda que o motorista que passar cravado a 60 km/h, automaticamente concorre a um fim de semana em Pedra Azul com tudo pago

Vitória
Publicado em 30/08/2021 às 13h36
Radar da Terceira Ponte
Radar da Terceira Ponte. Crédito: Google Street View

Passar a 40 km/h em um radar de 60 km/h, ou a 60km/h em um radar de 80 km/h é uma prática já conhecida e muito presente no trânsito do Espírito Santo. Inclusive, há uma história de que quanto mais abaixo do permitido o motorista passar pelos medidores de velocidade, mais ele acumula milhas em programas de pontos de viagem. Nossa equipe foi atrás de um especialista em trânsito para esclarecer essa e outras dúvidas que circulam pelo trânsito capixaba.

A confusão existe, mas o especialista em trânsito, Fernando Viale, desmistificou de vez a informação que é compartilhada por muitos capixabas sobre o acúmulo de milhas aéreas ou até mesmo pontuações em Dots em radares. "Isso não existe", garante.

Por outro lado, há quem diga ainda que o motorista que passar cravado a 60 km/h em um radar de 60, automaticamente concorre a um fim de semana em Pedra Azul com tudo pago.

“Apesar das promessas de prêmios e recompensas, essas informações não procedem. Portanto, o motorista capixaba deve seguir apenas as informações presentes no Código de Trânsito Brasileiro” completa Fernando.

Este texto não traduz, necessariamente, a opinião de A Gazeta.

A Gazeta integra o

Saiba mais
trânsito Humor

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.