ASSINE
Este é um espaço para falar de Política: notícias, opiniões, bastidores, principalmente do que ocorre no Espírito Santo. A colunista ingressou na Rede Gazeta em 2006, atuou na Rádio CBN Vitória/Gazeta Online e migrou para a editoria de Política de A Gazeta em 2012, em que trabalhou como repórter e editora-adjunta

Mais um apresentador de TV entra na corrida eleitoral no ES

Outros jornalistas e apresentadores seguiram o mesmo caminho, ancorados na exposição que alcançaram com o trabalho na telinha

Vitória
Publicado em 15/06/2022 às 16h11
Atualizado em 15/06/2022 às 17h40
Douglas Camargo, apresentador de TV e pré-candidato a deputado estadual
Douglas Camargo, apresentador de TV e pré-candidato a deputado estadual. Crédito: Facebook/Douglas Camargo

Depois de Philipe Lemos, que saiu da Rede Gazeta e se filiou ao PDT para disputar o cargo de deputado federal, agora é a vez de Douglas Camargo, da TV Vitória.

Pelo PSD, Camargão, como é conhecido, vai tentar uma vaga na Assembleia Legislativa do Espírito Santo.

Ele ainda não lançou a pré-candidatura oficialmente, então prefere não falar a respeito por enquanto.

Mas o PSD confirma a entrada dele no páreo.

Jorge Félix, que foi repórter da TV Gazeta, também está na corrida eleitoral. Filiado ao PSC, é pré-candidato a deputado estadual.

Eliana Gorritti, que foi repórter da TV Vitória e da TV Gazeta, vai concorrer a uma cadeira na Assembleia, pela Rede.

Já Wesley Sathler, colunista social, lançou na segunda-feira (13) a pré-candidatura a deputado federal pelo União Brasil.

O resultado nas urnas é uma incógnita, pois são todos estreantes em eleições.

Quem já percorreu esse caminho foi o deputado federal Amaro Neto (Republicanos), apresentador na TV Vitória. Em 2018, ele foi o deputado federal mais votado. Antes, foi deputado estadual.

Egresso da TV Tribuna, Torino Marques foi eleito deputado estadual pelo PSL e agora é pré-candidato a deputado federal pelo PTB.

Ted Conti, que apresentava o ESTV 2ª edição, na TV Gazeta, deixou o jornalismo para entrar na política. Em 2018 ele disputou uma vaga na Câmara dos Deputados pelo PSB e ficou como suplente. Paulo Foletto, também do PSB, que foi eleito, tirou licença do cargo para ser secretário de Agricultura do governo Renato Casagrande (PSB) e, assim, Ted assumiu a cadeira.

Foletto já voltou às funções na Câmara e Ted é pré-candidato a deputado federal.

BANDEIRAS

Em comum, as candidaturas de egressos da TV são ancoradas na divulgação da imagem dos apresentadores, muito mais do que eventuais bandeiras ou causas das quais sejam partidários, o que, aliás, também é uma incógnita em relação aos neófitos na política aqui mencionados.

Após a publicação deste texto, Jorge Félix entrou em contato para dizer que a trajetória dele é marcada por uma bandeira: "Uma carreira voltada mais para o esporte por pelo menos 30 anos. Com pautas sociais, atreladas, por exemplo, aos projetos como inclusão de jovens de comunidades carentes. Diferente até dos citados, atuo profissionalmente mais em uma área específica".

O PSD, escolhido por Camargão,  é um partido de centro-direita. Tem como pré-candidato ao governo do Espírito Santo o ex-prefeito de Linhares Guerino Zanon e é presidido por um aliado do ex-governador Paulo Hartung, Neivaldo Bragato.

A Gazeta integra o

Saiba mais
ted Conti Amaro Neto PSD Eleições 2022 philipe lemos Letícia Gonçalves

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.