ASSINE
A coluna traz uma análise do mercado automotivo, com tendências do segmento, panorama, dicas e orientações. Tem como público-alvo o cliente que compra carro, quer trocar de veículo ou quer tirar dúvida sobre a manutenção desse bem, além de leitores apaixonados pelo tema. O perfil nas redes sociais é @gabrieldeoliveirapersonalcar

Fuja dos golpes mais comuns no mercado automotivo

Batidas ocultas, quilometragens adulteradas ou peças piratas são alguns exemplos de adulterações que podem ser maquiadas na hora da venda

Vitória
Publicado em 09/06/2022 às 01h59
Um carro batido, além de ter a lataria comprometida no local onde sofreu a colisão, pode ter comprometimento em outras partes do veículo, que se for mal reparado vai gerar dor de cabeça para o novo dono.
Um carro batido, além de ter a lataria comprometida no local onde sofreu a colisão, pode ter comprometimento em outras partes do veículo, que se for mal reparado vai gerar dor de cabeça para o novo dono. Crédito: Shutterstock

Você conhece os golpes mais comuns aplicados no mercado automotivo por golpistas disfarçados de vendedores? Na coluna publicada no dia 12 de maio, trouxemos alguns riscos ao se adquirir um carro usado ou seminovo. Esse assunto, além de ser sério, sempre rende bastante e, por isso, hoje vou abordar esse tema por um novo aspecto.

Como consultor automotivo, sugiro você deixar essas duas colunas de fácil acesso para funcionarem como um manual quando chegar o momento de trocar seu veículo atual ou comprar um carro usado/seminovo.

Para que você tenha noção, de acordo com a empresa Super Visão, uma das maiores redes de franquias de vistorias automotivas do Brasil, por volta de 13% dos automóveis sofrem adulterações, sinistros e batidas com reparos estruturais gerados por danos severos.

Por isso, confira abaixo algumas situações comuns no mercado automotivo para que você não caia numa roubada.

BATIDAS OCULTAS

Um carro batido, além de ter a lataria comprometida no local onde sofreu a colisão, pode ter comprometimento em outras partes do veículo, que se for mal reparado vai gerar dor de cabeça para o novo dono. Um serviço mal feito pode ocasionar em entrada de água no carro e mudança de cor na pintura, por exemplo.

Muitas vezes, quem trabalha com carros nessa condição opta em fazer o reparo no local mais barato possível, sem se preocupar com a qualidade da mão de obra na execução do serviço e nem com a qualidade do material que é usado para esse reparo.

Um outro aspecto ligado a questão comercial é que um carro que já sofreu colisão necessariamente precisa ter o preço no mercado de acordo com sua realidade, ou seja, um carro que já foi batido vale menos do que um carro que nunca sofreu nenhum tipo de colisão. A questão é que a grande maioria omite essa informação e vende o carro como se fosse íntegro e original.

QUILOMETRAGEM ADULTERADA

Já disse inclusive ao vivo no Bom Dia Espírito Santo, telejornal da TV Gazeta, e repito: adulterar quilometragem apesar de ser comum tanto em lojas desonestas quanto por pessoas físicas se enquadrada no crime de estelionato, descrito no artigo 171 do Código Penal, e pode gerar pena de reclusão de 1 a 5 anos, além de multa.

Infelizmente, o consumidor se apega demais a essa questão de quilometragem e isso faz com que essa prática seja comum.

Entenda: quilometragem baixa não é sinônimo de qualidade. O que determina a qualidade de um carro é o histórico, tipo de uso, originalidade e manutenções preventivas em dia.

Se você focar em quilometragem a chance de ser enganado é enorme. Tome cuidado!

AR-CONDICIONADO COM DEFEITO MAQUIADO

Um item muito comum que apresenta problema depois de algum tempo é o aparelho de ar-condicionado do veículo. E uma adulteração comum é que quando quem vende descobre o problema, ao invés de solucioná-lo, acaba fazendo apenas uma carga de gás, fazendo com que a situação seja disfarçada por alguns meses.

A questão é que a "bomba" acaba estourando em quem compra o carro e, muitas vezes, o reparo correto pode ser bem caro.

PEÇAS PIRATAS

Para economizar com o custo de uma manutenção necessária, muitas vezes peças de má qualidade acabam sendo usadas no lugar de peças originais. Além de prejudicar o funcionamento do veículo, o material tem um desgaste maior e muitas vezes apresenta sinais que geram  incômodo em quem está usando o carro.

FALSA VALORIZAÇÃO DO SEU CARRO NA HORA DA TROCA

É muito comum que o foco de quem tem um carro para ser envolvido na troca de um novo seja a valorização desse veículo. É exatamente aí que é feito o famoso jogo de número. De que vale você obter uma valorização de 10% no seu carro envolvido como parte do pagamento se o carro que você está comprando está 10% acima do que ele vale no mercado?

Além disso, muitas vezes valorizam seu carro para sair de um carro problemático ou que já tem muito tempo de estoque. Então é preciso ter atenção nesse tipo de situação.

PREÇO BASTANTE ATRATIVO ABAIXO DO PREÇO MÉDIO DE MERCADO

Quem está com ambição de comprar um carro acaba ficando cego e cai nesse tipo de golpe, que é comum. O golpista anuncia um carro 20%/30% abaixo do preço de mercado e usa sempre uma conversa mirabolante, como quer vender rápido pois vai embora do país, ou então a pessoa diz que está endividada e por aí vai. As histórias são sempre no sentido de justificar o porquê de vender o carro barato.

É exatamente nessa situação que pedem um sinal de compra para reservar o carro e nunca mais a pessoa consegue contato com quem recebeu o dinheiro.

Entenda: quem tem pressa de vender um carro não vai perder tempo batendo fotos e fazendo anúncio. A pessoa simplesmente vai a uma loja e entrega o carro num valor abaixo do mercado para resolver essa situação de forma rápida.

Apesar de não ser tão simples, é possível tomar alguns cuidados para não cair numa cilada. Minha recomendação é sempre contratar uma oficina mecânica e uma empresa de vistoria para fazerem uma checagem completa tanto da estrutura do carro como da parte mecânica. A empresa de vistoria ainda poderá consultar a parte documental do carro para você.

Além disso, opte em contratar o serviço de um profissional especializado em consultoria automotiva. Pense: às vezes é melhor investir um valor para ter certeza de que está fazendo um bom negócio do que arriscar e descobrir que na verdade o sonho da compra do carro é um pesadelo.

Este vídeo pode te interessar

Este texto não traduz, necessariamente, a opinião de A Gazeta.

A Gazeta integra o

Saiba mais
carros Mercado Automotivo Seminovo Carro Usado

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.