ASSINE

Existe carne certa para se fazer churrasco?

Churrasco é quase um senso comum entre brasileiros, mas tudo o que é bom dá para melhorar. Por isso, separamos cinco dicas para você arrasar na churrascaria e garantir o sabor dos cortes, seja na grelha, seja na parrilla

Tempo de leitura: 2min
Vitória
Publicado em 05/05/2022 às 13h38
 Crédito: Pexels
Crédito: Pexels

Domingo de sol, carne na brasa e, quem sabe, uma cervejinha para acompanhar. A verdade é uma só: reunir os amigos ou a família para organizar um bom churrasco no final de semana é sempre muito bom.

Essa paixão brasileira, aliás, não é de hoje. O churrasqueiro Dino do Costa Brasil Restaurante, um dos parceiros do Clube A Gazeta, conta que o churrasco como conhecemos hoje teve origem na região dos Pampas, no Rio Grande so Sul. Já que os indígenas que habitavam o local passavam as carnes ao ar livre com o auxílio de uma grelha.

Ainda segundo ele, a cultura ficou ainda mais forte com o Brasil se tornando uma das referências na criação de gado. Devido a grande oferta e disponibilidade no mercado, o churrasco se tornou acessível e faz parte do paladar brasileiro, sendo transferido de geração em geração.

Quem já está com a mente no fim de semana, Dino deu algumas dicas de corte, preparo e tipos de carne para serem utilizadas e melhorarem o seu churras.

COMO CORTAR A CARNE?

Segundo Dino, a forma como se corta o bife é imprescindível para garantir a qualidade do churrasco. “A carne deve ser cortada no sentido contrário às fibras. Basta manter a lâmina da faca em um ângulo de 90 graus com as fibras da carne, fazendo a separação com a lâmina, a carne fica muito mais macia”, recomenda.

QUAL O MELHOR TIPO DE CARNE?

Dentre os diferentes tipos de cortes bovinos, os mais recomendados pelo churrasqueiro são: picanha, alcatra, maminha, contra filé e costela. “Cada uma delas tem o seu sabor, maior ou menor quantidade de gordura, fibra ou suculência. Outra coisa a se considerar é o paladar individual porque isso altera até o que cada um considera como o ponto ideal”, destaca.

COMO ATESTAR A QUALIDADE DA CARNE?

Uma tendência gastronômica atual é a carne marmorizada que é “quando a gordura é entranhada no corte. Por isso tem sido muito procurada para churrasco”, explica Dino. Claro, é importante também se atentar para carne com selo de inspeção e a procedência.

PARRILLA OU GRELHA?

Queridinha do momento, a parrilla tem feito sucesso nas churrascarias. Mas se ela é realmente melhor do que a tradicional grelha, para o churrasqueiro do Costa Brasil Restaurante isso é muito relativo. “A parrilla é recomendada para cortes nobres como: chorizo , ancho, t-bone e etc. Já a churrasqueira é minha predileta, porque além do gosto pessoal, ela é aceita em quase todos os tipos de carne e o carvão dá um sabor especial.”

COMO DAR MAIS SABOR PARA A CARNE?

Para dar mais sabor ao corte, a dica é simples. “Gosto de trabalhar somente com sal grosso, acho que cada corte já tem seu sabor único e especial, e muito tempero acaba mascarando isso, principalmente na carne vermelha”, indica Dino.

 Crédito: Pexels
Crédito: Pexels

Os assinantes do Clube A Gazeta ganham ainda 10% de desconto no valor total da conta. A churrascaria fica localizada na Avenida Hugo Musso, 826, na Praia da Costa, em Vila Velha. Com cardápio variado, o espaço ainda inclui preços justos e bom atendimento.

Este vídeo pode te interessar

Se você ainda não é assinante do Clube A Gazeta e quer não ficar de fora, basta acessar a loja clicando aqui ou entrar em contato com a Central de Relacionamento, em horário comercial, pelo telefone e WhatsApp no número: (27)3321-8699.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.