ASSINE
O Leão do IR decidiu responder todas as suas dúvidas sobre a declaração do Imposto de Renda 2021. Envie suas perguntas para o e-mail [email protected] ou pelo WhatsApp 27 3321-8699

Como declarar no IR empréstimos feitos com pessoa física?

Segundo explica a Receita Federal, dívidas e empréstimos também entram na declaração do IR. Paula Koehler, conselheira do CRC-ES, orienta como realizar a declaração

Publicado em 19/04/2021 às 17h09
Atualizado em 19/04/2021 às 17h09
 Empréstimos também entram na declaração do Imposto de Renda
Empréstimos também entram na declaração do Imposto de Renda. Crédito: Silmara Gonçalves

O leitor de A Gazeta Valdir Rossi fez um empréstimo com uma pessoa física em 2020 e quer saber como pode declarar esse valor no Imposto de Renda 2021.

Segundo a Receita Federal, dívidas e empréstimos também entram na declaração do Imposto de Renda. Mas a exigência só vale para dívidas a partir de R$ 5 mil.

Paula Koehler, do Conselho Regional de Contabilidade do Espírito Santo (CRC-ES) explica como prestar as informações na ficha de declaração. Veja a resposta:

"Como declarar em dívidas e ônus reais de um empréstimo que fiz com pessoa física no ano de 2020 e quitei no mesmo ano? Não há essa possibilidade na declaração."

A informação deve ser declarada na ficha Dívida e Ônus Reais, sob o código “14 - Pessoas físicas”. No campo “Descrição” informar os dados da operação, CPF do mutante, valor total da operação, prazo para pagamento e outras informações relevantes. No campo ”Valor pago em 2020 (R$)", informar todo valor pago no ano, inclusive os juros, se houver.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.