ASSINE

Espírito Santo foi o Estado onde mais choveu no Brasil em 24h

Segundo o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), o volume de chuva superou os 60 mm em vários locais e passou dos 100 mm em outras cidades entre quarta (21) e quinta-feira (22)

Publicado em 23/10/2020 às 10h08
Chuva na Grande Vitória
O tempo está fechado na Grande Vitória nesta sexta-feira (23) e a expectativa é de muita chuvas para os próximos dias. Crédito: Fernando Madeira

Espírito Santo foi o Estado do Brasil que recebeu mais chuva no período de 24 horas entre 17h30 de quarta-feira (21) e o mesmo horário de quinta-feira (22). De acordo com medições do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), o volume de chuva ultrapassou os 100 mm em algumas cidades, superando a média esperada para todo o mês de outubro. Veja no final da matéria como funciona a medição do volume da chuva.

Embora tenha ocorrido em praticamente todo o Espírito Santo, as chuvas mais intensas se concentraram nos municípios mais ao Norte do Estado. A cidade capixaba que teve o maior volume pluviométrico registrado foi Ecoporanga, no extremo Norte do Estado, com 112 mm no período de 24 horas. 

AS CIDADES DO ES QUE REGISTRARAM MAIOR VOLUME DE CHUVA EM 24H

  • Ecoporanga: 111,9 mm
  • Fundão: 103,4 mm
  • Ibiraçu: 77,7 mm
  • Aracruz: 76,5 mm
  • Santa Leopoldina: 67,0 mm

Nos municípios citados, o volume de chuva  representou mais da metade da média de chuva para o mês de outubro. Para a maioria das áreas do Espírito Santo, a média de precipitação em outubro fica entre 100 e 140 mm. Em algumas áreas litorâneas chove de 140 a 180 mm. Para Vitória, essa média é de 122,7 mm.

Devido ao volume de chuvas já registrado e a previsão de que o tempo siga com chuvas intensas pelos próximos dias em todas as regiões, o Instituto Climatempo prevê que em apenas cinco dias chova o esperado para o período de um mês no Estado.

ENTENDA COMO FUNCIONA A MEDIÇÃO DO VOLUME

A medida usada para medir o volume da chuva é em milímetros por metro quadrado. É só imaginar um quadrado de um metro por um metro com um litro de água dentro. O líquido vai subir até a marca de 1mm. Claramente falando, um milímetro de chuva equivale a um litro de água por metro quadrado. Por exemplo: se choveu 50mm, seriam 50 litros de água em cada metro quadrado.

O período da chuva também é importante. Chover 50 litros de água durante um dia inteiro pode ter um impacto menor do que chover a mesma quantidade de uma vez só, somente em uma hora. E como podemos medir a chuva em uma cidade grande?

Equipamentos chamados de pluviômetros, que estão espalhados por vários pontos da cidade, vão indicar o quanto choveu - e, só então, esses dados vão permitir as comparações das quantidades de chuva por dia, mês e ano.

VEJA COMO FUNCIONA A MEDIÇÃO

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.