ASSINE
Maria Ângela Dantas, Anginha, cozinheira do Palácio Anchieta
Maria Ângela Dantas, Anginha, cozinheira do Palácio Anchieta. Crédito: Fernando Madeira

Conheça quem faz a "moqueca das autoridades" no Palácio Anchieta

Feita por mãos capixabas, o prato é servido a visitantes em almoços institucionais. Saiba o segredo da cozinheira que prepara a moqueca mais "ilustre" do Espírito Santo há 18 anos. Veja o vídeo

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 29/07/2021 às 02h02

O trabalho de cozinhar o prato que é a vitrine do Espírito Santo para autoridades que passam pelo Palácio Anchieta é confiado há 18 anos a uma autêntica cozinheira capixaba: Ângela Maria Dantas, carinhosamente conhecida como Anginha, de 66 anos.

É ela quem comanda a cozinha da sede do governo estadual e coloca a mão na massa para preparar, não só a moqueca, mas todo o cardápio oferecido para convidados de honra, que costumam vir ao Estado para tratar de assuntos institucionais. 

Moradora do bairro Marcílio de Noronha, em Viana, Anginha trabalha no Palácio há 41 anos e carrega o título de funcionária mais antiga do local. Quando chegou, durante o mandato de Eurico Rezende (1979-1983), último governador do período da ditadura militar, trabalhou como copeira e, depois, passou um tempo na limpeza.

Em 2003, no primeiro mandato de Paulo Hartung (sem partido), assumiu o posto de cozinheira. Atualmente, chefia uma equipe de cinco pessoas.

Maria Ângela Dantas, Anjinha, cozinheira do Palácio
Anginha e a equipe que trabalha na cozinha do Palácio Anchieta. Crédito: Fernando Madeira

A primeira vez que pilotou a panela de barro foi meio "no susto". Sem se recordar exatamente a data, Anginha relata que em um evento especial, desses com convidados de honra, uma das cozinheiras faltou ao dia de trabalho.

"Eu falei assim: 'Daí eu vou fazer a moqueca pra ver como fica'", relembrou. E deu certo.

Devido aos elogios que recebeu, preparar o prato tornou-se uma especialidade da cozinheira, que também é responsável pelas refeições diárias oferecidas ao governador e aos demais funcionários do palácio. Geralmente, no dia a dia, são pratos mais simples como frango assado, carne ensopada e estrogonofe.

Já a moqueca costuma ser servida para convidados que vêm de fora. Em dias de festa, o menu também inclui uma moqueca de banana, farofa, pirão e pelo menos um outro tipo de carne.

A RECEITA

A receita que conquista o paladar das autoridades no Palácio Anchieta é da Anginha mesmo, e ela garante que não aprendeu com ninguém. Leva tomate, cebola, peixe, camarão e temperos.

Embora sejam poucos os ingredientes, o prato é versátil e saboroso, podendo ser servido tanto em um jantar no Palácio Anchieta quanto em um almoço "pé na areia" em um domingo ensolarado de praia. 

Aprenda a fazer a moqueca capixaba do Palácio Anchieta no vídeo abaixo: 

QUEM JÁ EXPERIMENTOU A MOQUECA

Mãe de dois filhos e avó de um casal, Anginha brinca que não sabe explicar como é tão boa para fazer a iguaria, sendo que ela nem sequer gosta de peixe. "Meus filhos também não gostam, em casa faço só para minhas noras", contou.

Pode ser a combinação de talento e experiência, mas o resultado é positivo. Quem passou por lá, ela garante, mandou recado para elogiar. Entre as visitas estão o ex-presidente Lula, o cantor Roberto Carlos, o Padre Marcelo Rossi e o ex-jogador de futebol e hoje senador Romário, que Anginha faz questão de citar. "Até hoje eu tenho a camisa que ele autografou", relatou.

Maria Ângela Dantas, Anjinha, cozinheira do Palácio
A moqueca servida às autoridades que visitam o Palácio Anchieta. Crédito: Fernando Madeira

Também já provaram a moqueca de Anginha o vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB), o ex-presidente do Senado Davi Alcolumbre (DEM-AP) e o atual presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), que estiveram no Palácio Anchieta em 2020.

Mesmo com a máscara escondendo o sorriso, fica claro nos olhos de Anginha a felicidade que é receber os elogios de quem experimenta a comida, serviço que ela ama fazer.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Espírito Santo Moqueca Capixaba Governo do ES Palácio Anchieta espírito santo Palácio Anchieta 470 Anos

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.