ASSINE

Saúde assina contrato para compra de mais 54 milhões de doses da Coronavac

O anúncio do ministério ocorre em meio à pressão de municípios, que têm afirmado que irão interromper campanhas de vacinação devido à falta de doses

Publicado em 16/02/2021 às 17h39
Atualizado em 16/02/2021 às 17h39
Vacina Coronavac
Coronavac, produzida pelo Insituto Butantan, é a vacina contra Covid-19 mais utilizada no Brasil . Crédito: Carlos Alberto Silva

Ministério da Saúde e o Instituto Butantan assinaram nesta segunda-feira (15) contrato para obter mais 54 milhões de doses da Coronavac. A vacina é desenvolvida pela empresa chinesa Sinovac e produzida no Brasil pelo instituto paulista. Após impasses, a pasta anunciou em janeiro que faria a compra, mas o contrato ainda não havia sido formalizado.

A aquisição se soma a 46 milhões de doses que já haviam sido adquiridas pela pasta no início deste ano. Com isso, o total de doses que devem ser fornecidas pelo Butantan chegará a 100 milhões.

O anúncio ocorre em meio à pressão de municípios, que têm afirmado que irão interromper campanhas de vacinação devido à falta de doses.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Coronavírus Covid-19 Vacinas contra a Covid-19

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.