ASSINE

MSC identifica grupo com suspeita de Covid-19 em cruzeiro no Rio de Janeiro

Novos casos de suspeita de Covid-19 foram registrados a bardo de um navio de cruzeiro, desta vez no MSC Preziosa, que se encontra próximo a Cabo Frio

Publicado em 02/01/2022 às 09h16

Um dia após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendar a suspensão da temporada de transatlânticos, novos casos de suspeita de Covid-19 foram registrados a bardo de um navio de cruzeiro, desta vez no MSC Preziosa, que se encontra próximo a Cabo Frio, na região dos Lagos do Rio de Janeiro. A empresa responsável pelo navio emitiu nota confirmando os casos.

"(...) identificamos um pequeno número de casos de Covid-19 entre as pessoas que estão a bordo do MSC Preziosa, que representa 0,6% do total da população a bordo", informou a empresa. "Todos os casos são assintomáticos ou com sintomas leves".

A companhia identificou os casos na rotina de monitoramento de saúde, que inclui testagens frequentes e diárias de 10% dos hóspedes e tripulantes. O grupo foi isolado em uma seção dedicada e separada do navio, em cabines com varanda, seguindo as medidas previstas para este tipo de situação.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária recomendou na sexta-feira (31) que o Ministério da Saúde suspenda provisoriamente a temporada de navios de cruzeiro na costa brasileira. Na sexta-feira, outro navio da empresa, o MSC Splendida, atracado no Porto de Santos (SP), precisou interromper a atividade de embarque por causa do surto da Covid-19.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais
Coronavírus Covid-19 Rio de Janeiro (RJ)

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.