ASSINE

Hong Kong autoriza retomada da importação de frango da Aurora Alimentos

A medida ocorre após os resultados de testes realizados em amostras de carne de frango importadas do Brasil terem dado negativo para a presença de coronavírus

Publicado em 28/08/2020 às 16h00
Atualizado em 28/08/2020 às 16h00
Avicultura, criação de frangos em galpão
Hong Kong havia suspendido a comercialização com a cooperativa brasileira no dia 18 de agosto, . Crédito: Divulgação/Aves e Ases

O governo de Hong Kong informou que vai retomar as importações de carne de frango da unidade da Aurora Alimentos de Xaxim (SC). A informação foi confirmada pela cooperativa e pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) nesta sexta-feira (28). Em nota, a ABPA afirmou que o Departamento para Higiene de Alimentos e Meio Ambiente e o Centro para a Segurança Alimentar de Hong Kong emitiram hoje a autorização para a retomada dos embarques. A medida ocorre após os resultados de testes realizados em amostras de carne de frango importadas do Brasil terem dado negativo para a presença de coronavírus.

"A retomada dos embarques comprova a segurança dos produtos brasileiros. O conhecimento técnico-científico prevaleceu. Todos os questionamentos foram esclarecidos", disse o presidente da ABPA, Ricardo Santin, no documento.

A província autônoma da China havia suspendido a comercialização com a cooperativa brasileira no dia 18 de agosto, após o município de Shenzhen, no sul do país asiático, ter afirmado que foram encontrados traços de coronavírus em lote de asa de frango congelada pertencente à Aurora. Na ocasião, o Centro de Segurança Alimentar (CFS, na sigla em inglês) de Hong Kong afirmou que a medida foi tomada como forma de prevenção enquanto as investigações sobre a ocorrência ainda estavam em curso, apesar de o lote em questão não ter sido comercializado na região.

No dia 20 deste mês, autoridades de Hong Kong voltaram a comentar o assunto, afirmando que o CFS coletou um total de 40 amostras de carne de frango congelada importada do Brasil no atacado e no varejo para teste da covid-19, que deram negativo. Nesta semana, contudo, o Departamento de Alfândegas da China (GACC, na sigla em inglês) informou que a Aurora Alimentos suspendeu de modo voluntário as exportações de carne de frango da planta de Xaxim à China.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.