ASSINE

Governador em exercício do Rio diz estar "com a consciência tranquila"

Cláudio Castro (PSC), também é investigado, afirmou em nota que "confia na Justiça e na garantia ao amplo direito de defesa a todos os envolvidos"

Publicado em 28/08/2020 às 18h40
O vice-governador do RJ, Cláudio Castro
O vice-governador do RJ, Cláudio Castro. Crédito: Zô Guimarães/Folhapress

O governador em exercício do Estado do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PSC), emitiu nota nesta sexta-feira (28), em que disse lamentar "os acontecimentos", referindo-se ao afastamento do governador Wilson Witzel (PSC) por ordem judicial. Ele, que também é investigado, afirmou "estar com a consciência tranquila e totalmente à disposição para colaborar com as investigações".

Segundo a nota, "advogado de formação, ele (Castro) confia na Justiça e na garantia ao amplo direito de defesa a todos os envolvidos para que os fatos possam ser devidamente esclarecidos para a sociedade".

A nota continua: "Castro conduzirá o Estado com transparência e responsabilidade para que a economia e os cidadãos não sejam afetados e reitera a importância do respeito ao cumprimento do devido processo legal, pilar da democracia. O governador em exercício afirma que acredita na missão confiada por Deus e que Ele lhe dará a sabedoria necessária para conduzir o Estado com firmeza, ouvindo a todos que querem o bem do Rio de Janeiro e da população fluminense."

Não há previsão de que o governador em exercício conceda entrevista nesta sexta-feira.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Brasil Rio de Janeiro brasil Política

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.