ASSINE
Autor(a) Convidado(a)
é contadora e presidente do Conselho Regional de Contabilidade do Espírito Santo (CRCES)

A nova gestão da contabilidade diante dos avanços tecnológicos

Neste 25 de abril, em que se comemora o dia do profissional da contabilidade, é preciso lembrar que a era digital é real e precisa ser incorporada por todos os setores

Publicado em 25/04/2021 às 14h00
Contador tem a missão de orientar empresários para o desenvolvimento em todas as áreas
Contador tem a missão de orientar empresários para o desenvolvimento em todas as áreas. Crédito: Firmbee/ Pixabay

Novos tempos exigem novos comportamentos. E desde março de 2020 o cenário tem sido disruptivo. Todas as nossas rotinas, profissionais e sociais, foram alteradas e muitas interrompidas, em que a normalidade do dia a dia passou por mudanças de pensamentos e atitudes. Mas como tudo sempre tem um lado bom, foi exigida uma postura diferente diante do novo normal, está permitido se reinventar e aproveitar todas as oportunidades.

E assim também está sendo com o mercado de contabilidade. Os profissionais estão transformando esse período desafiador, que tinha tudo para ser lembrado como o pior da história, numa época de produtividade e novas conquistas.

Afinal, a era digital é real e precisa ser incorporada por todos os setores. Isso ficou muito evidenciado diante das alterações trazidas pela pandemia e merece uma atenção especial, já que o progresso tecnológico traz impactos efetivos nos negócios e, também, na reestruturação do mercado de forma rápida. Tudo isso demanda esforços internos, mas causa uma revolução positiva nos processos das empresas.

Diante dessa onda da transformação tecnológica, o profissional da contabilidade deve se atentar à importância da implementação desses investimentos que agregam não só valor aos serviços prestados, mas também performance dos negócios e aos relacionamentos com os clientes, com resultados práticos e de qualidade.

Não há como negar que o modelo de negócios que serviu bem durante décadas foi totalmente interrompido pela inovação digital e não funciona mais como desejado. E com isso as tentativas de criar um novo ambiente de negócios somente terá sucesso no mercado se as empresas estiverem dispostas a se arriscar e crescer com implementação de tecnologias disruptivas.

Vale um destaque para o entendimento que toda essa transformação digital não é apenas o resultado das mudanças nos serviços que já estamos acostumados a lidar, ela muda completamente a forma de pensar de todos os agentes. Por isso, é necessária uma mudança cultural, pois atua diretamente com inovação e velocidade na agilidade da entrega dos serviços. Nesse momento é criada uma espiral positiva de atendimentos e de feedbacks, com mais responsabilidade e transparência.

E junto desse contexto está o papel do contador, que tem a missão de orientar os empresários, levando as informações corretas e as melhores estratégicas para a total promoção do desenvolvimento em todas as áreas. E deve ser com esse propósito, de trabalhar para ampliar o desempenho organizacional, contribuir com a redução dos riscos, prestar contas e desenvolver ações alinhadas ao gerenciamento do planejamento, que os profissionais da contabilidade precisam agir neste novo modelo de gestão.

Toda e qualquer crise vem para sacudir, de forma positiva, os segmentos em geral e requer ações rápidas e assertivas. E hoje vemos o quanto é essencial a busca diária por atualização, em que o desenho dos dias atuais traz facilidade para enfrentar com sabedoria as mudanças no mercado, levando aprimoramento e mantendo com harmonia e técnicas as relações comerciais e sociais.

O ideal diante destes novos tempos de alterações constantes é o profissional da contabilidade, que comemora seu dia neste 25 de abril, e sempre será um empreendedor, incorporar no plano estratégico o foco no presente, mas com olhos para o futuro. Sem esquecer que a sua atuação deve ser com união, conhecimentos, coragem, resiliência e, principalmente, ética.

Afinal, os resultados virão a partir do momento que todos os integrantes do processo estejam comprometidos com a evolução natural dos sistemas de gestão que visam à inovação e à conexão sustentável com a tecnologia inserida nos processos, mas é primordial a valorização da interidade das relações humanas e de suas especialidades.

Este texto não traduz, necessariamente, a opinião de A Gazeta

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.