ASSINE

Hospital Evangélico de Cachoeiro é referência em cirurgia cardíaca

Instituição do Espírito Santo comemora 20 anos realizando esse tipo de operação e é procurada por pacientes de mais de 20 Estados. Por ano, são 400 cirurgias

Publicado em 11/11/2020 às 17h45
Hospital Evangélico possui 240 leitos, sendo 120 de UTI, e se tornou referência de atendimento no Espírito Santo
Hospital Evangélico possui 240 leitos, sendo 120 de UTI, e se tornou referência de atendimento no Espírito Santo. Crédito: Divulgação/Hospital Evangélico

Coração, vida, esperança, palavras que se encaixam de forma precisa quando se fala do trabalhado realizado pelo Hospital Evangélico de Cachoeiro de Itapemirim (HECI). Há 20 anos, a instituição começava a realizar cirurgias cardíacas e transformava os atendimentos no Sul do Espírito Santo.

“Antes, todas as cirurgias desse tipo e exames feitos pela hemodinâmica eram realizados em Vitória, então, muitas vezes, não dava tempo de o paciente do Sul do Estado chegar até lá. Com a abertura do Instituto do Coração no Hospital Evangélico, isso mudou e todos foram beneficiados”, lembra o superintendente Wagner Medeiros Júnior.

Wagner Medeiros Júnior destaca que hospital passará por grande ampliação nos próximos anos
Wagner Medeiros Júnior destaca que hospital passará por grande ampliação nos próximos anos. Crédito: Divulgação/Hospital Evangélico

O Hospital Evangélico é o único do Sul do Estado especializado em doenças cardiovasculares em neonatos, pediátricas e em adultos e realiza mais de 400 cirurgias cardíacas por ano. O local possui equipamentos de última geração, além de centro cirúrgico e de unidade coronariana, especializada no tratamento de pacientes adultos com problemas cardíacos que correm alto risco e necessitam de cuidados intensivos com monitoramento 24h.

Dos atendimentos prestados à população, 90% são realizados pelo SUS; e o restante, por convênios ou particulares. Além de atender aos capixabas, a instituição, que é filantrópica, tem sido procurada por pacientes de outras partes do Brasil.

“Hoje nossos atendimentos já extrapolam as fronteiras capixabas. No ano de 2019, atendemos a pacientes de 20 Estados do Brasil e de todos os municípios do Espírito Santo. Isso é uma mostra de um trabalho bem-feito que foi consolidado”, comemora o superintendente.

Responsável pela primeira cirurgia cardíaca no Hospital Evangélico, em 16 de outubro de 2000, o cirurgião Luiz Daniel lembra que o Espírito Santo é o Estado com a menor mortalidade em cirurgias cardíacas, e o Hospital Evangélico também se destaca com o menor número de óbitos no Estado.

“Realizamos mais de 6000 cirurgias nesses 20 anos, sempre prezando pelo melhor atendimento ao paciente e realizando o trabalho com perícia e excelência”, destaca Luiz Daniel, que continua na equipe de cirurgiões.

O Hospital Evangélico também foi o primeiro no Estado credenciado pelo SUS para realizar cirurgias de crianças com cardiopatia congênita.

O médico Luiz Daniel realizou a primeira cirurgia cardíaca no hospital
O médico Luiz Daniel realizou a primeira cirurgia cardíaca no hospital. Crédito: Divulgação/Hospital Evangélico

Hospital referência

Tornar-se referência em cirurgias cardíacas foi um processo iniciado por médicos que acreditaram ser possível trazer atendimento de qualidade com o potencial de salvar vidas. No fim da década de 1990, Luiz Bento, Luiz Daniel, Luiz Resende e Paulo Sasso estiveram à frente desse processo.

De início, foram apoiados por outros profissionais fundadores, sendo eles: Ediraldo Jacinto, Magnus Machado, Álvaro Maurício, Andrea Casagrande, Marileira Batista, José Rezende e Gilberto Dian, além da iniciativa privada e das governanças locais.

Um dos fundadores, o cardiologista Luiz Bento comemora o fato de ver um sonho se tornar realidade. “São vinte anos de cirurgias cardíacas no Hospital Evangélico. Na realidade, é um filho que cresceu e nos dá orgulho. Tivemos de batalhar muito para iniciar tudo isso, mas valeu a pena. Podemos oferecer tratamento digno e de excelência a todos os pacientes, independentemente de sua origem.”

O cardiologista Dr. Luiz Bento participou da fundação do Instituto do Coração no Hospital Evangélico de Cachoeiro de Itapemirim
O cardiologista Dr. Luiz Bento participou da fundação do Instituto do Coração no Hospital Evangélico de Cachoeiro de Itapemirim. Crédito: Divulgação/Hospital Evangélico

Plano de expansão de leitos e atendimentos

Para consolidar sua posição de referência e aumentar a capacidade de atendimentos, o Hospital Evangélico adquiriu uma nova e moderna máquina de hemodinâmica, que já estará disponível a partir deste mês. O superintendente Wagner Medeiros Júnior explica que será o aparelho mais moderno no Estado.

“Esta é uma forma de comemorarmos os 20 anos das cirurgias cardíacas no Evangélico. Além disso, manteremos o aparelho que já temos, aumentando a capacidade de exames e também a segurança dos procedimentos”, explica.

O hospital também traça um plano ousado de ampliação. Hoje com 240 leitos, sendo 50 deles de UTI, pretende expandir para 450 leitos, dos quais 120 de UTI, nos próximos cinco anos.

“A ideia é que o Hospital passe a ser um complexo hospitalar, com atendimento completos na área de cardiologia, oncologia, neurologia, cabeça e pescoço… Estamos nos preparando para atender a mais pessoas”, completa Wagner.

Cachoeiro de Itapemirim Saúde ES Sul Hospital Evangélico

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.