ASSINE

Braz pede 'profunda apuração' do racismo sofrido por Gerson; jurídico do Flamengo se põe à disposição

Vice-presidente de futebol do Rubro-Negro se manifestou na sala de imprensa do Maracanã...

Publicado em 20/12/2020 às 18h10
Atualizado em 20/12/2020 às 23h30

- A gente está feliz com o resultado esportivo, mas muito infeliz por um fato relatado pelo Gerson, em que ele sofreu, a gente tem até dificuldade de falar, ele sofreu uma ação de racismo, relatou para a imprensa, e o Flamengo como instituição centenária vem se colocar à disposição e ao lado do atleta e, mais que isso, pede a profunda apuração desse episódio, que é infeliz mas contundente no mundo de hoje.

>> Veja aqui a tabela e simulador do Brasileirão

>> Richarlyson no Campeonato Carioca! Veja as últimas do mercado

No Twitter, Rodrigo Dunshee, vice-presidente jurídico e geral do Rubro-Negro, também se posicionou e avisou que o clube está "totalmente à disposição do atleta":

- O jurídico do Flamengo está acompanhando de perto a questão da injúria racial ao Gerson e totalmente à disposição do atleta. Apesar dos pesares desse absurdo, parabéns ao time pela vitória heroica com um a menos.

FLAMENGO SE POSICIONATambém no Twitter, o Flamengo emitiu uma mensagem de repúdio:

- O Clube de Regatas do Flamengo repudia veementemente o episódio lamentável ocorrido na partida deste domingo com o atleta Gerson, que foi vítima de injúria racial.

O racismo desumaniza, fere e mata. O racismo é inadmissível.

Exigimos profunda apuração do fato.

#RacismoNão

flamengo

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.